TELEVISÃO ABERTA

'Fantástico' celebra 2.500 edições com estreia de novos quadros

Programa está no ar há quase duas décadas

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo
Publicado em 15/09/2021 às 19:18
Notícia
TV GLOBO / DIVULGAÇÃO
Tadeu Schmidt e Poliana Abritta apresentam o dominical da TV Globo - FOTO: TV GLOBO / DIVULGAÇÃO
Leitura:

No dia 19 de setembro, o Fantástico chegará à marca de 2.500 edições exibidas ao longo de 48 anos de existência. Para comemorar, a equipe não chegou a planejar um programa temático. Mas será, sem dúvida, um episódio especial. Com direito a duas estreias de quadros: um com o Dr. Drauzio Varella e outro com ilusionistas

"A série do Dr. Drauzio fala profundamente, ouvindo especialistas e personagens, sobre o Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade, que atinge 4,8% da população adulta no mundo. Já Ilusões de Risco é uma grande produção, que tem o DNA do Show da Vida, em que dois ilusionistas recriam números históricos e perigosos", adianta Poliana Abritta, que apresenta o programa ao lado de Tadeu Schmidt.

Para ela, aliás, a edição vem em clima de festa dupla. É que Poliana faz aniversário um dia antes, quando completa 46 anos. "Bem que podia ser no dia 18, né? Eu ia amar! Adoro aniversário", diz a brasiliense, que acredita trabalhar em uma atração que "não tem data de validade".

"Esse é o maior segredo para o programa se manter atual depois de 48 anos. São várias gerações trocando, com a cabeça aberta. O resultado está no ar: tem frescor e consistência. É pra família toda", garante.

Leia também: BBB 21: "Solidariedade para o Lucas e família", diz Maju Coutinho ao encerrar o Fantástico

Leia também: Babu conta a Drauzio Varella que parou de fumar há dez dias por causa de diabetes

INTIMIDADE

Poliana e Tadeu têm uma história juntos que começou bem antes de 2014, ano em que ela passou a dividir com ele o comando da revista eletrônica dominical. A dupla se conhece da época da faculdade, mas a jornalista conhece a mulher do ex-jogador de vôlei desde os 12 anos.

"Fui ao casamento do Tadeu. Todo mundo criado em Brasília. Tem amizade e parceria. Ah, e somos vizinhos! Moramos no mesmo prédio. Quando falta açúcar aqui, toco lá. Quando falta ovo lá, a Ana (Cristina, esposa de Tadeu) pega aqui. Acho que essa vivência, de alguma forma, está ali, no palco, na nossa interação todo domingo", avalia Poliana

Tadeu começou a trabalhar no Fantástico em 2007, quando foi convidado para modernizar o jeito de noticiar os gols da semana. Chegava a apresentar o jornalístico, substituindo algum colega – principalmente Zeca Camargo. Em 2013, porém, Tadeu ganhou uma vaga fixa nessa função, quando Zeca deixou a atração para apresentar o Vídeo Show, que estava sendo reformulado. De lá para cá, o ex-atleta passou por algumas mudanças importantes na estrutura da revista eletrônica.

"A mais impactante foi, sem dúvida, o nosso estúdio. O Fantástico nunca teve um estúdio próprio. A gente sempre dividia espaço com outros programas ou fazia em estúdios que eram montados no fim de semana, mas que tinham outras funções durante a semana. Em 2014, ganhamos nosso estúdio, com uma redação conectada a ele. As coisas que conseguimos fazer, com a tecnologia embarcada ali, são incríveis", recorda.

Tadeu não tem dúvida de que não conseguiria, no esporte, se sentir tão realizado quanto o jornalismo o deixa. "Nunca sonhei com essa carreira. Quando desisti do vôlei, fui procurar o que queria ser da minha vida. Sempre quis televisão, ser repórter. Mas consegui, de repente, achar um cantinho do jornalismo onde posso dar o meu melhor. E é algo que eu adoro fazer. Sou muito grato ao destino por ter me trazido nessa caminhada", valoriza ele, que se diverte com as brincadeiras que os telespectadores fazem quando o encontram nas ruas. "Sempre recebi muito carinho e ouvi coisas boas. Adoro quando falam comigo ou me mandam mensagem sobre pedir música. Acho o maior barato", entrega.

Comentários

Últimas notícias