ANP

Gasolina vai mudar em agosto e preço deve subir; entenda

A gasolina vendida no Brasil terá que seguir novas especificações que melhoram o rendimento dos veículos

JC
JC
Publicado em 13/07/2020 às 21:17
Notícia
 BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Mudança começa no dia 3 de agosto - FOTO: BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Leitura:

Com informações da Folha de S.Paulo

A gasolina vendida no Brasil vai ter que seguir novas especificações estabelecidas pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) que melhoram o rendimento dos veículos. Por outro lado, o preço do combustível deve começar a pesar ainda mais no bolso. Ainda não há uma estimativa do valor do aumento.

>> Preço dos combustíveis nos postos do Recife varia até 39%

A mudança vale para a gasolina comum e premium. Os novos critérios foram definidos em janeiro pela ANP para preencher brechas na legislação que permitiam a produção ou importação de gasolina de qualidade menor.

A partir de 3 de agosto, o valor mínimo de octanagen RON (a sigla em inglês para número de octanas) será 92. Em janeiro de 2022, o número sobe para 93. Para a gasolina tipo premium, o valor mínimo será de 97 em agosto.

Ganho de rendimento do motor

A Petrobras afirma que um eventual aumento de preço será compensado pelo ganho de rendimento do motor, "porque o consumidor vai rodar mais quilômetros por litro". Ainda segundo a estatal, a gasolina nova melhora o desempenho do motor, a dirigibilidade e o tempo de resposta na partida a frio.

Comentários

Últimas notícias