Turismo

Selo lançado pelo Ministério do Turismo já recebeu mais de 3,2 mil solicitações no Nordeste

No Brasil, o total de solicitações passa de 11,4 mil

Douglas Hacknen
Douglas Hacknen
Publicado em 28/07/2020 às 20:39
Notícia

JULIA CARLOS/ACERVO JC IMAGEM
As atividades turísticas em áreas protegidas estavam suspensas desde o dia 22 de março - FOTO: JULIA CARLOS/ACERVO JC IMAGEM
Leitura:

Criado para atrair visitantes, o selo “Turismo Responsável - Limpo e Seguro”, do Ministério do Turismo, já recebeu mais de 3,2 mil solicitações no Nordeste brasileiro. Lançada há pouco mais de um mês, a iniciativa também visa auxiliar o setor na retomada das atividades, atendendo os pré-requisitos do novo perfil de turista que surgirá com a pandemia do coronavírus. Em Pernambuco, a Secretaria de Turismo e Lazer vai realizar o lançamento do "Selo Turismo Seguro" nesta quarta-feira (29), às 11h.

O evento pernambucano será transmitido ao vivo por meio da plataforma Google Meet

O estado nordestino que mais realizou solicitações do selo do Ministério do Turismo foi a Bahia, com 826. Na sequência aparece o Rio Grande do Norte (520), Pernambuco (456), Ceará (429), Alagoas (423), Maranhão (287), Paraíba (119), Sergipe (96) e Piauí (87). Em todo o Brasil, mais de 11,4 mil pedidos foram efetuados. 

>> Selo Turismo Ambiente Seguro é lançado para atrair visitantes às praias do Litoral Sul de Pernambuco

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, comentou que “o sucesso desta iniciativa comprova que estamos no caminho certo para o início das atividades do nosso setor, que foi tão afetado por esta pandemia, e integra o conjunto de ações de retomada que vem sendo desenvolvido pelo Ministério do Turismo. Acredito que o selo atende aos anseios do setor e dos turistas que estarão mais atentos aos protocolos de biossegurança, dando tranquilidade a todos”, disse.

Hospedagem (1.167), agência de turismo (988), transportadora turística (359) e bares e restaurantes (312) foram os setores que mais solicitaram o selo na região. O Ministério publicou protocolos sanitários e recomendados para 15 segmentos turísticos que fazem parte do Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos (Cadastur), além de um conjunto de orientações também para os turistas.

Solicitações

Interessados em solicitar o selo devem acessar o site da iniciativa, ler as orientações previstas no protocolo destinado ao segmento em que atua e estar com situação regular no Cadastur. Caso seja aprovado, ele adere à autodeclaração que atende aos pré-requisitos determinados e é encaminhado para uma área do site onde pode realizar o download do selo para impressão. O selo, que é totalmente gratuito, deverá ser colado em local de fácil acesso ao cliente e conterá um QR Code pelo qual o turista poderá consultar as medidas adotadas pelo empreendimento, além de poder realizar denúncias em caso de descumprimento.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias