RETOMADA

Selo Turismo Ambiente Seguro é lançado para atrair visitantes às praias do Litoral Sul de Pernambuco

Consórcio formado por cidades da Zona da Mata Sul vai capacitar o trade em Tamandaré, São José da Coroa Grande, Barreiros, Rio Formoso e Sirinhaém

Mona Lisa Dourado
Mona Lisa Dourado
Publicado em 07/07/2020 às 16:43
Notícia
DIVULGAÇÃO
São José da Coroa Grande é uma das cidades contempladas pelo protocolo de segurança sanitária - FOTO: DIVULGAÇÃO
Leitura:

Conteúdo atualizado às 12h30 do dia 8 de julho de 2020

Trazer de volta o público fiel e conquistar novos turistas com base em um sentimento de segurança sanitária. Esse é o objetivo do selo Turismo Ambiente Seguro, que faz parte do protocolo de prevenção à covid-19 lançado na tarde desta terça-feira (7) pelo Consórcio Intermunicipal Portal da Mata Sul. 

>> São José da Coroa Grande revela praia quase deserta no Litoral Sul de Pernambuco

As ações foram construídas em conjunto pelos Núcleos de Saúde e do Turismo das cidades de Barreiros, Rio Formoso, São José da Coroa Grande, Sirinhaém e Tamandaré, que compõem a Região Turística Histórica dos Arrecifes e Manguezais.

Nesses municípios, somente as praias de Tamandaré e de Rio Formoso estão abertas. De acordo com o consórcio, aguarda-se o avanço do plano do governo do Estado e a estabilização da curva de contaminação pelo novo coronavírus para a liberação das demais. Por isso, a ideia do protocolo é treinar pessoal e preparar os destinos para o momento em que a atividade turística puder ser retomada de forma segura. "O plano como um todo é pensado para proteger turistas, veranistas, trabalhadores e todos os demais envolvidos com o setor", diz a turismóloga Ana Cristina Morais.

BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Praias de Tamandaré estão abertas para banho - BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM

O documento contempla uma série de orientações de boas práticas e medidas de biossegurança voltados para toda a cadeia do turismo, que inclui desde os atrativos, hotéis e pousadas, restaurantes, lanchonetes e barracas de praia, além de transportes, feiras livres, comércio, ambulantes, marinas e empresas de eventos, entre outros.

>> Turismo de Pernambuco despenca e tem queda histórica de 60,9% em abril

>> Reabertura de praias em Porto de Galinhas e no Grande Recife traz alívio para o turismo

>> Fernando de Noronha inicia planejamento para reabertura do turismo

Por enquanto, o investimento na iniciativa é de R$ 30 mil e há previsão de novo aporte durante a etapa de qualificação para obtenção do selo. “Desenvolvemos o material com a colaboração da sociedade civil e o apoio de todos os municípios participantes para que todos cuidem da saúde e para que possamos mostrar aos turistas e veranistas que estamos preparados para recebê-los com toda a segurança”, afirma a superintendente da Instância de Governança Turística Histórica, Arrecifes e Manguezais, Lizete Maioli.

O protocolo será distribuído virtualmente e estará disponível para download. Além disso, serão distribuídos em toda a região cinco mil cartazes com orientações sobre a importância da lavagem correta das mãos e a utilização das máscaras de proteção.

SELO TURISMO AMBIENTE SEGURO 

Como outras iniciativas já em vigor no Brasil e no mundo, o selo Turismo Ambiente Seguro será afixado nos estabelecimentos turísticos para que os visitantes possam avaliá-los a partir de um QR Code. "Através dele, também será possível obter informações complementares com orientações de prevenção à covid-19", detalha Ana Cristina. Para receber a chancela, pousadeiros, barraqueiros, ambulantes, bugueiros, mototaxistas, comerciantes em geral e os demais profissionais da cadeia produtiva do turismo passarão por capacitações online, focadas em biossegurança. Em princípio, no entanto, não haverá uma fiscalização posterior para averiguar o cumprimento das medidas. O fiscal será o próprio turista. 

>> Hotéis de Pernambuco anunciam reabertura com foco em prevenção à covid-19

DIVULGAÇÃO
Bugueiros também devem ser esclarecidos sobre cuidados para evitar contaminação da covid-19 - DIVULGAÇÃO

O QUE É A INSTÂNCIA DE GOVERNANÇA TURÍSTICA 

A Instância de Governança Turística da Região Histórica dos Arrecifes e Manguezais, vinculada ao Consórcio Intermunicipal Portal da Mata Sul, foi instituída em 2019, atendendo a uma determinação do Ministério do Turismo por meio do Programa de Regionalização do Turismo. Tem como objetivo a gestão descentralizada do turismo com ações em parceria em prol do desenvolvimento, da integração e da cooperação intersetorial de acordo com as realidades e especificidades regionais. As pactuações são elaboradas pela atuação do poder público, comunidade, iniciativa privada e terceiro setor, com foco na sustentabilidade econômica, ambiental, sociocultural e político-institucional. Além da Instância de Governança Turística, o Portal da Mata Sul conta com o Núcleo Intermunicipal de Saúde e o Núcleo de Gestão e Proteção Ambiental.

 

BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
FOTO: BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM DATA: 05.06.2020 ASSUNTO: Repercussão do caso Miguel em Tamandaré e denúncia do Visse Prefeito Raimundo Nonato contra a prefeitura. Contra cheque de Mirtes e mais duas pessoas que trabalham na casa do Prefeito. - FOTO:BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
MONA LISA DOURADO/JC
A partir da segunda-feira (20), turistas e moradores da região podem voltar a frequentar a orla para fazer caminhadas e praticar esportes individuais, tomar banho de mar e nadar com os peixinhos próximo aos bancos de areia em São José da Coroa Grande - FOTO:MONA LISA DOURADO/JC
DIVULGAÇÃO
Bugueiros também devem ser esclarecidos sobre cuidados para evitar contaminação da covid-19 - FOTO:DIVULGAÇÃO

Comentários

Últimas notícias