Manifestação

Bancários fazem vigília no Recife cobrando do Governo do Estado vacinação da categoria contra covid-19

Sindicato reforça que os bancários que continuaram atendendo a população durante a pandemia têm sido vítima da covid-19

Adriana Guarda Cássio Oliveira
Adriana Guarda
Cássio Oliveira
Publicado em 01/07/2021 às 8:40
BERG SANTOS/JC IMAGEM
Bancários realizam manifestação no Recife - FOTO: BERG SANTOS/JC IMAGEM
Leitura:

Bancários realizam uma vigília no Recife, em frente ao Palácio do Campos das Princesas, no bairro de Santo Antônio, na manhã desta quinta-feira (1°), solicitando a vacinação da categoria contra a covid-19.

O Sindicato dos Bancários de Pernambuco reforça que aqueles que continuaram atendendo a população durante a pandemia têm sido vítima da doença. De acordo com levantamento do próprio sindicato, já são 985 casos do novo coronavírus e 12 mortes de membros da categoria no Estado.

Confira imagens da manifestação

BERG SANTOS/JC IMAGEM
Bancários realizam manifestação no Recife - BERG SANTOS/JC IMAGEM
BERG SANTOS/JC IMAGEM
Bancários realizam manifestação no Recife - BERG SANTOS/JC IMAGEM
BERG SANTOS/JC IMAGEM
Bancários realizam manifestação no Recife - BERG SANTOS/JC IMAGEM
BERG SANTOS/JC IMAGEM
Bancários realizam manifestação no Recife - BERG SANTOS/JC IMAGEM
BERG SANTOS/JC IMAGEM
Bancários realizam manifestação no Recife - BERG SANTOS/JC IMAGEM
BERG SANTOS/JC IMAGEM
Bancários realizam manifestação no Recife - BERG SANTOS/JC IMAGEM
BERG SANTOS/JC IMAGEM
Bancários realizam manifestação no Recife - BERG SANTOS/JC IMAGEM

A vigília se dá depois que a entidade enviou, no último dia 22, um ofício ao Governo de Pernambuco, mas não obteve retorno. Uma assembleia geral deverá ser realizada na segunda-feira (5).

A indicação é pela paralisação das atividades por 24 horas, no dia 8 de julho, em defesa da imunização da categoria bancária, que foi considerada essencial durante a pandemia. A categoria no Estado conta com 8.921 trabalhadores (bancários e terceirizados) que ainda não foram vacinados.   

Nesta quinta-feira (1°), os bancários cobram uma resposta ao pedido apresentado em reunião com a Secretaria de Saúde e da Casa Civil. Na ocasião, os representantes do governo assumiram o compromisso com o Sindicato de realizar uma reunião para retorno sobre a viabilidade da vacinação dos trabalhadores do setor bancário, após 48 horas do envio pelo Sindicato do levantamento de dados sobre o total de bancários e terceirizados que ainda não foram vacinados em cada município pernambucano. Embora as informações tenham sido enviadas, o governo não deu o retorno à categoria, como prometido.

A categoria bancária foi considerada essencial pelo Decreto 10.282/2020, mas não está contemplada pelo calendário de vacinação de Pernambuco. O número de casos confirmados de covid-19 e de mortes na categoria cresceu no último período em Pernambuco.

A aprovação pela Câmara dos Deputados do PL 1011/20, que estabelece a inclusão dos bancários como prioritários no Plano Nacional de Imunização (PNI) foi um importante avanço, fruto da mobilização da Contraf-CUT e Sindicatos filiados, e deverá ser aprovado em breve no Senado. Em Pernambuco, o Sindicato cobra posição do Governo de Pernambuco pela inclusão da categoria bancária na prioridade e definição da data de vacinação.

Comentários

Últimas notícias