CUSTO DE VIDA

Tudo caro? Veja o que mais subiu e o que ficou barato no Recife, segundo o IPCA

No mês de setembro, o Recife registrou uma inflação de 1,10%. Acumulando em 12 meses uma variação de 10% no indicador

Lucas Moraes
Cadastrado por
Lucas Moraes
Publicado em 08/10/2021 às 10:40 | Atualizado em 08/10/2021 às 10:46
TÂNIA REGO/AGÊNCIA BRASIL
Com a alta de preços espalhada por vários setores, está cada vez mais difícil fugir da inflação - FOTO: TÂNIA REGO/AGÊNCIA BRASIL
Leitura:

O mês de setembro fechou com a maior taxa de inflação para o período dentro de 27 anos no Brasil. Desde 1994, o Índice Geral de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) não atingia um resultado tão expressivo. Em setembro de 2021, o IPCA ficou em 1,16%, 0,29 ponto percentual (p.p.) acima da taxa de 0,87% registrada no mês de agosto. Dos nove grupos de produtos e serviços pesquisados, oito tiveram alta em setembro, sendo puxados pelo grupo Habitação, com impacto da energia elétrica. Só no Recife, indicador avançou 1,10% no último mês, acumulando no ano alta de 10%. 

>>> Inflação de setembro é a maior em 27 anos; veja o que mais subiu

Na lista dos itens registrados pelo IBGE, veja o que mais subiu no Recife em setembro:

Maiores elevações: 

  • Passagem aérea: 36%
  • Transporte por aplicativo: 25,87%
  • Artigos de maquiagem: 13,37%
  • Batata-doce: 11,40%
  • café moído: 10,19%
  • Taxa de água e esgoto: 8,07%
  • Uva: 7,34%
  • Frango em pedaços: 7,07%
  • ovo de galinha: 6,61%
  • Mamão: 6,52%
  • Melão: 6,47%
  • Transporte público: 5,91%
  • Aves e ovos: 5,89%
  • Laranja pera: 5,71%
  • Mandioca: 5,64%
  • Conserto de bicicleta: 5,44%
  • energia elétrica: 5,33%


Deflação:

  • Cebola: - 24,82%
  • Cheiro verde 16,90%
  • Tomate: -12,18%
  • Hortaliças e verduras: -11%
  • Coentro: -10,23%
  • Alface: -9,63
  • Tubérculos, raízes e legumes: -5,91%
  • Peixe corvina: -4,29%
  • Cupim: -4,04%
  • Acém: -3,99%
  • Arroz: -3,67%
  • Feijão mulatinho: -3,04%

 

 

 

 

 

Comentários

Últimas notícias