NEGÓCIOS

Extra deixará de ter 103 hipermercados no Brasil; veja o que muda em Pernambuco

Grupo Pão de Açúcar mira setor de atacarejo para manter crescimento, com substituição de lojas

Lucas Moraes
Lucas Moraes
Publicado em 15/10/2021 às 7:59
Notícia
Divulgação/extra
Unidades hipermercados Extra serão descontinuadas - FOTO: Divulgação/extra
Leitura:

O Grupo Pão de Açúcar anunciou a desativação de 71 Extra hipermercados no Brasil. As operações darão lugar a novas lojas Assaí. Ao todo, das atuais 103 lojas no modelo hipermercado atualmente abertas, outras 32 lojas serão mantidas no GPA,  sendo 28 lojas convertidas para bandeiras de maior rentabilidade - Pão de Açúcar e Mercado Extra - e ainda quatro lojas desinvestidas. 

O acordo, calculado em até R$ 5,2 bilhões, representa um intra-negócio, após a cisão entre o Assaí e as demais marcas do grupo GPA, no último mês de março, garantindo autonomia ao Assaí nas negociações de mercado. Com a crise no setor hipermercadista, o atacadista tem ganhado relevância nos seus resultados. 

Em Pernambuco, atualmente são duas lojas Extra hipermercado, além de outras 16 unidades distribuídas em marcas como Pão de Açúcar e Mercado Extra (supermercados). Para o Estado, nos planos apresentados em Fato Relevante pelo GPA estão a conversão dos atuais hipermercados em unidades do Assaí. As lojas a serem descontinuadas estão nos estados de Tocantins e Alagoas. 

Com a conversão de unidades nas lojas Pão de Açúcar e Mercado Extra, o GPA espera um crescimento de 8,5% na base atual das marcas, com seis meses de reformas e seis meses para maturidade de performance em nível Pão e Mercado Extra. 

Do negócio fechado, R$ 4 bilhões são correspondente às lojas e R$ 1,2 bilhão correspondente aos imóveis, a serem pagos por um fundo imobiliário, com garantia do Assaí. O pagamento inicial será em dezembro de 2021 e em cinco parcelas entre 2022 e 2024, corrigidos por CDI + 1,2% ao ano. 

O GPA vinha tentando adaptar a marca Extra, no segmento hipermercados, a maior concorrência com o segmento de atacarejo. Do segundo trimestre de 2019 ao mesmo período deste ano, o Assaí saiu de 148 para 187 lojas. No Nordeste, eram 35; agora, são 49 unidades, até então. 

"A transação permitirá uma importante aceleração da expansão combinada ao fortalecimento dos resultados através da conversão de lojas em pontos comerciais excepcionais, localizados em regiões adensadas e com baixa sobreposição com a plataforma atual de lojas do Assaí. Este movimento é suportado pelo comprovado modelo de sucesso implementado na abertura de mais de 150 lojas na última década, das quais mais de 25 lojas oriundas do Extra Hiper, sendo que estas apresentaram rápida maturação de vendas e resultado superior à média da Companhia", diz  Belmiro Gomes, CEO do Assaí. 

O Assaí estima um potencial de R$ 25 bilhões de Receita Bruta das lojas convertidas, na maturidade, e R$ 100 bilhões de Receita Bruta estimada do Assaí em 2024. 

Comentários

Últimas notícias