PESQUISA

Cesta básica está mais cara na Região Metropolitana do Recife e já compromete 52% do salário mínimo

Entre os itens da cesta a farinha de mandioca foi o produto com a maior variação de preços: 180,60%

Edilson Vieira
Cadastrado por
Edilson Vieira
Publicado em 03/05/2022 às 18:00
Divulgação/Procon-PE
Fiscais percorreram 76 estabelecimentos em seis municípios da Região Metropolitana do Recife - FOTO: Divulgação/Procon-PE
Leitura:

A pesquisa da cesta básica realizada, de 25 a 29 de abril, por fiscais do Procon Pernambuco na Região Metropolitana do Recife e nos municípios de Goiana, Gravatá, Vitória de Santo Antão, Carpina e Palmares registrou aumento no valor em comparação com o mês de março de 2022.

Segundo o Procon-PE, na Região Metropolitana do Recife a cesta passou de R$ 607,31 em março deste ano, para 630,66 em abril, um aumento para o bolso de R$ 23,35. O impacto no salário mínimo do consumidor ficou em, 52,03%.

VARIAÇÃO

Entre os itens de alimentação que compõem a cesta, os fiscais constataram que o produto que mais variou de preço foi a farinha de mandioca, 180,60%. O quilo foi encontrado por R$ 2,99 em um local e R$ 8,39 em outro. Depois veio a salsicha, com 158,92% de diferença, o preço variou de R$ 8,69 a R$ 22,50.

A cebola também teve uma variação significativa, 124,30% de um estabelecimento para outro. O menor preço registrado do quilo da cebola foi R$ 4,28, e o maior, R$ 9,60. Já o preço do feijão mulatinho variou de R$ 5,99 a R$ 9,99, uma diferença de 66,78%.

Entre os itens de limpeza doméstica, o vilão foi o sabão em pó, com uma variação de preços em torno de 309,35%, encontrado por R$ 1,39 num local e R$ 5,69 em outro. No setor higiene pessoal, o papel higiênico, pacote com quatro, teve a maior diferença, 289,94%.

COMPARAÇÃO

De acordo com Ana Carolina Guerra, gerente geral do Procon/PE, “a pesquisa de preços faz um comparativo dos valores de vários produtos para o consumidor, possibilitando uma economia na hora da compra”. Entre os outros municípios pesquisados o que teve a maior variação de preços da cesta foi Goiana, 5,82% de diferença.

A pesquisa monitora o total de 27 itens, sendo 19 de alimentação, quatro de limpeza doméstica e quatro de higiene pessoal. Os fiscais do órgão passam por 76 estabelecimentos, onde são comparados os valores, considerando as diferenças entre os estabelecimentos pesquisados e os maiores e menores valores encontrados.

Para ter acesso a tabela com os dados completos da pesquisa da cesta básica basta clicar aqui.

Comentários

Últimas notícias