chuvas

Volante do Afogados inspira seguidores em ato solidário

Willian Gaúcho soube da situação da família após as chuvas na cidade através das redes sociais

Karoline Albuquerque
Karoline Albuquerque
Publicado em 05/03/2020 às 18:02
Notícia
Foto: Acervo pessoal
O jogador soube da situação da família pelas redes sociais. - FOTO: Foto: Acervo pessoal
Leitura:

Enquanto o time do Afogados tem ganhado destaque nacional dentro de campo, um ato de solidariedade do volante Willian Gaúcho ganhou atenção fora das quatro linhas. Depois de fortes chuvas na cidade sertaneja de Afogados da Ingazeira, o jogador deixou sua casa para ajudar uma família. Ele soube da história da família que teve parte da casa destruída pelas redes sociais.

"No sábado a noite teve um forte temporal na região. Eu acordei e vi um post em uma rede social do clube. Logo me prontifiquei. Só que eu não avisei nada ao clube e fui de bom coração mesmo. Porque meus pais me ensinaram a sempre pensar no próximo como se fosse a si mesmo. Peguei o número da senhora e fui atrás. Descobri o bairro onde ela morava e fui lá", disse o jogador, em entrevista ao site da CBF.

Willian ajudou a família com uma quantia em dinheiro e divulgou as fotos nas redes sociais, pedindo que os seguidores também contribuíssem. Na publicação, ele mostrou os móveis perdidos pela família e o estrago em uma parte da residência. "Quem quiser ajudar e tocar no coração, vou deixar o Whats da dona da casa lá, é só chamar e se informar de tudo", escreveu o volante.

Depois da publicação, na terça-feira (3), vários torcedores se prontificaram a ajudar também, perguntando o que a família precisava. "Eu me senti outra pessoa sabendo que a postagem rendeu. Tem vezes que reclamamos por muito pouco. Outro ponto positivo foi que a prefeitura entrou na jogada para fazer a obra no barranco atrás da casa", emendou o atleta, na entrevista à entidade máxima do futebol nacional.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias