covid-19

Veja como o coronavírus afeta o mundo do esporte

Mais de 100 mil casos do novo coronavírus foram notificados em todo o mundo

Karoline Albuquerque
Karoline Albuquerque
Publicado em 11/03/2020 às 20:24
Notícia
GETTY/UEFA / AFP
Estádios vazios - uma visão cada vez mais comum com a pandemia de coronavírus. - GETTY/UEFA / AFP
Leitura:

A Organização Mundial de Saúde (OMS) classificou a situação global do coronavírus como pandemia, nesta quarta-feira (11). Mais de 100 mil casos da doença já foram confirmados em todo o planeta, provocando cancelamento e adiamento de eventos e a quarentena em toda a Itália. O esporte, obviamente, também foi afetado. Além de jogos com portões fechados, vários eventos correm o risco de não acontecer, como a partida entre Brasil e Bolívia, pelas Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo Catar-2022, marcado para o dia 27 de março, na Arena de Pernambuco.

O jogo em solo pernambuco está mantido e os ingressos estão esgotados. Mas, a Conmebol ainda aguarda decisão da Fifa para definir o que acontece com as classificatórias do continente. De certo, as eliminatórias da Ásia foram adiadas, ainda sem data reagendada. O continente asiático é o mais afetado pelo Covid-19, com a China tendo mais de 80 mil casos notificados da doença.

Confira outros eventos esportivos afetados pelo vírus:

Liga dos Campeões

A Liga dos Campeões da Europa está na fase de oitavas de final e, dos oito jogos desta etapa, cinco terão os portões fechados. Os jogos com equipes italianas são alguns desses. Valencia x Atalanta, na terça-feira (10), aconteceu sem público, na Espanha, com vitória dos italianos por 4x3.

Na próxima semana, a Juventus recebe o Lyon, na terça-feira (17), também será sem público. A delegação francesa só viajará no dia do jogo. O voo entre a cidade de Lyon e Turim dura cerca de 45 minutos. Mesmo acontecendo na Espanha, Barcelona x Napoli é outro jogo sem a presença das torcidas, marcado para o dia 18 de março.

Propagação do vírus de Portal NE10

O estado da Baviera, na Alemanha, cancelou todos os eventos que reúnam mais de mil pessoas. Assim, o jogo entre Bayern de Munique e Chelsea, na próxima quarta-feira, acontece sem público. Nesta quarta (11), PSG e Dortmund também duelaram sem torcedores no Parc de Princes.

Apenas os jogos entre Leipzig e Tottenham (3x0 para os mandantes), na terça (10), Liverpool x Atlético de Madrid, nesta quarta, e Manchester City x Real Madrid, na próxima terça (17), tiveram torcedores.

Liga Europa

A situação da Liga Europa é um pouco diferente. A competição também está nas oitavas de final e já teve dois jogos adiados pela Uefa. Sevilla x Roma e Internazionale x Getafe ainda não tiveram as novas datas anunciadas. A delegação da Roma anunciou nesta quarta (11) que não viajaria à Espanha. A decisão acontece em função da determinação do governo espanhol de suspender todos os voos com origem na Itália.

O Getafe, por sua vez, não vai a Milão, uma das regiões mais afetadas pelo vírus. Outros dois jogos vão ser realizados, mas sem a presença dos torcedores. São eles os confrontos entre Lask e Manchester United, e Eintracht e Basel.

Campeonato Italiano

Todos os jogos nacionais na Itália foram suspensos. E não só de futebol. Qualquer atividade esportiva está proibida no país até o dia 3 de abril. Se a Série A for retomada no dia 4 de abril, um sábado, os times precisarão jogar entre 12 e 14 jogos até o final de maio. Para piorar a situação no país, a capital Roma é uma das sedes da Eurocopa 2020, que começa no dia 12 de junho.

A Itália é local, fora da Ásia, com mais casos de coronavírus notificados. De acordo com o Centro Europeu de Prevenção e Controle das Doenças (ECDC), foram registrados 10.149 casos no país até esta quarta-feira (11) e 631 mortes pela doença. Mais de 9,9 mil casos foram notificados nos últimos 15 dias.

Itália em quarentena de Portal NE10

Copa do Rei

Enquanto a La Liga mantém as partidas, mas fecha os portões dos estádios nas próximas duas semanas, a Copa do Rei teve uma medida mais drástica. A Federação Espanhola de Futebol (RFEF) anunciou o adiamento da final da competição. O jogo entre Athletic Bilbao e Real Sociedad estava previsto ainda para o dia 18 de abril. Na Espanha, são 2.128 casos do novo coronavírus no país, com 47 mortes.

Copa da Liga Francesa

O cancelamento também afetou a final da Copa da Liga Francesa. O jogo, inicialmente, estava marcado para o dia 4 de abril, entre PSG e Lyon. O jogo deve acontecer em maio. Já as Ligue 1 e 2 continuam, mas com estádios vazios, pelo menos até o mês de abril. A França é o segundo país mais afetado no continente europeu, com 1.784 casos e 33 mortes, segundo o ECDC. O governo local proibiu aglomerações com mais de mil pessoas até abril.

Argentina

A Argentina foi o primeiro país sul-americano a suspender as atividades esportivas nacionais neste mês de março. A decisão foi da  Secretaria de Esportes do Ministério de Esportes e Turismo do país. O foco são competições que contam com atletas oriundos de países com muitos casos de circulação do Covid-19. Por enquanto, a Libertadores e a Copa Sul-Americana não foram afetadas.

Paraguai

Mesmo com apenas cinco casos de coronavírus confirmados, o Paraguai já tomou medidas mais drásticas para evitar que a doença se propague. Eventos públicos em grande escala e atividades educacionais estão suspensos por 15 dias. A medida afeta o jogo da noite desta quarta-feira (11), entre Olimpia e Defensa y Justicia, pelo Grupo G da Libertadores. A partida acontece no estádio Manuel Ferreira, em Assunção.

Países mais afetados pelo coronavírus de Portal NE10

Jogos Olímpicos Tóquio-2020

Faltam cinco meses para a Olimpíada 2020, em Tóquio. A competição está marcada para acontecer entre 24 de junho e 9 de agosto. São esperados 11 mil atletas e 4,5 milhões de espectadores. A ministra Seiko Hashimoto julgou "inconcebível" adiar ou cancelar o evento, mas a decisão final será do Comitê Olímpico Internacional (COI). Na Japão, o vírus contaminou 568 pessoas, das quais 12 faleceram.

A chama olímpica será acesa nesta quinta-feira (12), no Monte Olimpo, na Grécia. Esta será a primeira vez em três décadas que o evento não terá público presente. A Grécia, por sua vez, registrou 90 casos do vírus, sem fatalidades.

NBA

O jogo desta quinta-feira (12), entre Golden State Warriors e Brooklyn Nets terá a quadra fechada aos torcedores, em São Francisco. Este é o primeiro evento esportivo das ligas profissionais dos Estados Unidos sem público. Todos os compromissos marcados no Chase Center até o dia 21 de março foram cancelados ou adiados. As autoridades da cidade californiana proibiram eventos que concentrassem mais de mil pessoas. São mais de mil casos e 28 mortes pela doença nos EUA.

O basquete europeu foi afetado pela decisão da Rússia de isolamento de 14 dias a todas as pessoas oriundas dos países mais afetados. Assim, as equipes femininas do Montpellier francês e do CB Avenida de Salamanca, da Espanha, não puderam viajar. Já no masculino, jogos da Euroliga e da Eurocopa serão deslocados.

Automobilismo

A Fórmula 1 tem a abertura da temporada 2020 marcada para o próximo domingo (15), na Austrália. Por enquanto, nenhuma medida foi tomada. Mas, dois membros da equipe americana Haas se afastaram dos cargos por apresentar sintomas similares aos do novo coronavírus. Ambos estavam em Melbourne para participar do Grande Prêmio da Austrália.

O GP da China, marcado para 19 de abril, foi adiado, sem nova data anunciada. Já o início Mundial de MotoGP, que deveria ter começado no último domingo (8), também foi adiado e também não conta com uma nova data.

Tênis

A fase final da Fed Cup, prevista para meados de abril em Budapeste, foi adiada e o torneio de Indian Wells, o primeiro Masters 1000 da temporada, cancelado. Além desse, os circuitos profissionais feminino (WTA) e masculino (ATP) de Miami (entre os dias 25 de março e 5 de abril) está ameaçado.

Comentários

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias