covid-19

Ibrahimovic lança fundo para ajudar hospitais na luta contra o coronavírus

"Se o vírus não vai até Zlatan, Zlatan vai até o vírus", disse o jogador sueco do Milan

Karoline Albuquerque
Karoline Albuquerque
Publicado em 19/03/2020 às 20:13
Notícia
STR / AFP
Ibrahimovic tem 38 anos e foi contratado com o salário de R$ 15,8 milhões, podendo ser renovado por mais uma temporada - FOTO: STR / AFP
Leitura:

O atacante sueco Zlatan Ibrahimovic lançou uma campanha para levantar recursos na luta contra o novo coronavírus. Em sua conta oficial no Instagram, o jogador do Milan convocou outros atletas a ajudar nas doações para hospitais que tratam pessoas que contraíram a Covid-19.

"A Itália já me deu tanto e, nesse momento difícil, eu quero devolver ainda mais a esse país que eu amo. Decidi, junto com as pessoas que trabalham comigo, criar um fundo para os hospitais Humanitas e usar meu poder de comunicação para levar a mensagem adiante", disse o sueco.

Ibra reforçou, durante o vídeo, a seriedade da situação e a necessidade de ajuda concreta, não apenas vídeos. "Eu conto com a generosidade dos meus colegas, de todos os atletas profissionais e aqueles que querem fazer uma doação pequena ou grande, de acordo com suas condições, para chutar esse vírus para longe", emendou o jogador.

O sueco fez duas doações de 50 mil euros. Entre os atletas doadores estão o volante Marco Verratti, o zagueiro Giorgio Chiellini, o goleiro Gianluigi Donnarumma, o atacante português Rafael Leão, o zagueiro Alessio Romagnoli, o volante Lucas Biglia e o lateral-direito Mattia De Sciglio. De outras modalidades,o motociclista Claudio Corti e a dançarina de gelo húngara Nóra Hoffmann,

A meta é de 1 milhão de euros. Até a noite desta quinta-feira (19), já haviam sido arrecadados 263.930 euros, de mais de 2 mil doadores. As pessoas podem doar a partir de 5 euros no site disponibilizado pelo atleta."Juntos nós podemos realmente ajudar hospitais, médicos e enfermeiros altruístas que trabalham diariamente para salvar as nossas vidas. Porque juntos somos a torcida deles", disse Ibrahimovic.

Por fim, o atacante sueco encerrou o vídeo bem do seu jeito. "E lembre: se o vírus não vai até Zlatan, Zlatan vai até o vírus", pontuou Ibra.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias