AUTOMOBILISMO

Lewis Hamilton conquista a pole do GP da Rússia de Fórmula 1

Lewis Hamilton conquistou sua 96ª pole position da carreira na Fórmula 1

AFP
AFP
Publicado em 26/09/2020 às 15:17
Notícia

Foto: BRYN LENNON / POOL / AFP
Hamilton está a uma vitória de igualar o recorde do alemão Michael Schumacher - FOTO: Foto: BRYN LENNON / POOL / AFP
Leitura:

O piloto inglês Lewis Hamilton, da Mercedes, quase foi eliminado neste sábado no segundo treino classificatório (Q2) para o Grande Prêmio da Rússia de Fórmula 1, mas conseguiu passar para a etapa seguinte na última volta desta sessão, marcando no Q3 o tempo de 1m31s304 e garantindo assim a pole position da prova disputada no circuito de Socchi.

Esta foi a pole de número 96 na F1 do atual campeão da categoria, que vai em busca de igualar no domingo o recorde de vitórias do alemão Michael Schumacher (91).

O hexacampeão da principal categoria do automobilismo mundial largará no autódromo russo seguido pelo holandês Max Verstappen (2º), da Red Bull, e o companheiro de equipe, o finlandês Valtteri Bottas (3º).

Completaram as seis primeiras posições de saída, o mexicano Sergio Pérez (4º), da Racing Point, o australiano Daniel Ricciardo, da Renault (5º), e o espanhol Carlos Sainz (6º), da Mclaren.

A largada do Grande Prêmio da Rússia, na pista de Sochi, é neste domingo, às 8h10 (horário de Brasília).

 

Susto e recorde no treino
Após a eliminação de cinco pilotos no Q1, etapa da classificação em que Bottas alcançou o melhor tempo dos treinos, Hamilton teve uma volta anulada por sair dos limites da pista na última curva e foi para os boxes para trocar os pneus quando não configurava entre os classificados para a etapa seguinte.

No retorno, o inglês não conseguiu cronometrar por conta de um acidente envolvendo o alemão Sebastian Vettel, da Ferrari, o que obrigou a todos irem para os boxes para a limpeza da pista.

Faltando pouco mais de dois minutos para o encerramento do Q2, o inglês teve que encarar o tráfego na saída dos boxes e conseguiu, a dois segundos do encerramento dessa eliminatória, marcar o quarto tempo, ficando atrás de Ricciardo, Bottas e Sainz.

No Q3, Bottas superou Ricciardo e garantia a pole até Hamilton pisar fundo e registrar 1m31s391, tempo que ele melhorou logo a seguir, marcando 1m31s304, novo recorde da pista, baixando o tempo registrado por seu companheiro de equipe em 2018.

Bottas levou um novo golpe ao ser superado já nos instantes finais por Verstappen, que conquistou a segunda posição no grid, diante de cerca de 30 mil espectadores presentes nas arquibancadas do circuito.

"Primeiro quero dizer um 'oi' para todos dos fãs que estão aqui hoje, nós sentimos saudades de vocês neste ano. Eu espero que todos estejam bem", declarou o piloto inglês ao fim do treino classificatório do GP da Rússia, a primeira etapa do calendário desta temporada a ser realizada com a presença de um grande público.

 

Grid de largada do GP da Rússia:

Primeira fila

Lewis Hamilton (ING/Mercedes)
Max Verstappen (HOL/Red Bull-Honda)

Segunda fila

Valtteri Bottas (FIN/Mercedes)
Sergio Perez (MEX/Racing Point)

Terceira fila

Daniel Ricciardo (AUS/Renault)
Carlos Sainz Jr (ESP/McLaren-Renault)

Quarta fila

Estéban Ocon (FRA/Renault)
Lando Norris (ING/McLaren-Renault)

Quinta fila

Pierre Gasly (FRA/AlphaTauri-Honda)
Alexander Albon (TAI/Red Bull-Honda)

Sexta fila

Charles Leclerc (MON/Ferrari)
Daniil Kvyat (RUS/AlphaTauri-Honda)

Sétima fila

Lance Stroll (CAN/Racing Point-Mercedes)
George Russell (ING/Williams-Mercedes)

Oitava fila

Sebastian Vettel (ALE/Ferrari)
Romain Grosjean (FRA/Haas-Ferrari)

Nona fila

Antonio Giovinazzi (ITA/Alfa Romeo Racing-Ferrari)
Kevin Magnussen (DIN/Haas-Ferrari)

Décima fila

Nicholas Latifi (CAN/Williams-Mercedes)
Kimi Raikkonen (FIN/Alfa Romeo Racing-Ferrari)

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias