América do Sul

Com transmissão do SBT/TV Jornal, Flamengo vence LDU pela Libertadores

O ataque do Fla brilhou em mais uma vitória

AFP
AFP
Publicado em 04/05/2021 às 23:58
Notícia
AFP
Gabigol marcou dois gols na vitória do Flamengo - FOTO: AFP
Leitura:

O Flamengo venceu a LDU por 3 a 2, nessa terça-feira, em uma movimentada partida disputada na capital equatoriana pela terceira rodada do Grupo G da Copa Libertadores-2021. O torneio continental é exibido para todo o Brasil no SBT e em Pernambuco pela TV Jornal.

Uma dobradinha de Gabriel Barbosa, que abriu o placar aos 3 minutos e voltou a balançar a rede convertendo um pênalti aos 85, além de outro gol de Bruno Henrique aos 30, garantiram a vitória para o time carioca.

Pela LDU, o colombiano Cristian Martínez Borja diminuiu no início do segundo tempo (50) e o paraguaio Luis Amarilla empatou provisoriamente aos 61.

LEIA MAIS

> Jornalista revela que o técnico português José Mourinho gosta e acompanha o Sport

> Pandemia faz os maiores clubes do Brasil registrarem déficits de R$ 1 bilhão

> Manchester City vence PSG e vai à final da Liga dos Campeões

A primeira etapa foi de claro domínio da equipe rubro-negra que abriu uma vantagem de dois gols, enquanto que no segundo tempo veio o empate do time da casa, que quase conseguiu a virada.

Mas depois de um contra-ataque o árbitro marcou o discutido pênalti que acabou dando a vitória à equipe brasileira.

O Flamengo lidera o Grupo G com 100% de aproveitamento (9 pontos), seguido pela LDU com 4, depois o Vélez Sarsfield com 3 e o Deportivo La Calera fecha com apenas 1 ponto.

O time comandado pelo técnico Rogério Ceni se posicionou na frente e de forma compacta, o que surpreendeu a LDU, que parecia sem brilho, tímida e sem ideias no primeiro tempo.

Depois de uma distração na saída de bola do time local, Everton Ribeiro tocou para 'Gabigol' que avançou e finalizou cruzado superando Adrián Gabbarini, logo aos 3 minutos.

O gol traduziu bem o domínio do time carioca que se mostrou à vontade mesmo sendo visitante e a cada ataque levava perigo à meta adversária mostrando todo seu poder ofensivo.

Para conter tanta habilidade, os zagueiros equatorianos acabaram apelando para faltas.

Diego, Arrascaeta e Gabigol tocavam a bola como se estivessem no Maracanã. Juntos, deram origem ao segundo gol que veio com um chute de longa distância de Bruno Henrique, com apenas meia hora de jogo.

Somente nos cinco minutos finais os equatorianos perturbaram um pouco o goleiro Diego Alves, que foi substituído por Hugo no segundo tempo.

LDU REAGE, MAS FLA RESPONDE

A LDU tentou melhorar com três mudanças. Um lateral (Luis Ayala) e dois atacantes (Luis Amarilla e Adolfo Muñoz) foram a aposta.

O esquema 3-5-2 proposto pelo técnico uruguaio Pablo Repetto e a sonolência apresentada na primeira etapa também ficaram para trás.

A LDU entrou no segundo tempo com o habitual 4-4-2 e acima de tudo, uma atitude diferente.

E logo aos cinco minutos, um cruzamento de Ayala foi desviado de cabeça por Martínez Borja, que apareceu sozinho, para o fundo da rede.

Os equatorianos assumiram seu papel de donos da casa, pressionaram a saída adversária e aos poucos colocaram o Flamengo contra as cordas, desgastado na altitude de Quito (2.850 m).

A reação foi premiada após uma hora de jogo. Billi Arce cobrou escanteio e Amarilla, aproveitando uma falha na marcação, desviou para deixar tudo igual (2-2), quando ainda restava tempo para uma virada.

Mas o Flamengo conseguiu frear o ímpeto da LDU.

Em resposta, o time rubro-negro teve um pênalti marcado a seu favor quando Moisés Corozo deu um toque em Arrascaeta e o juiz uruguaio Esteban Ostojich marcou.

Gabigol converteu (85) e garantiu uma vitória que parecia fácil no início.

Na próxima rodada é a vez da LDU visitar o time carioca enquanto o Vélez recebe o La Calera.

Comentários

Últimas notícias