ALTERAÇÃO

Problemas técnicos tiram VAR da semifinal e jogo entre Náutico x Santa Cruz terá árbitro Fifa

Mudança foi confirmada pelo presidente da Federação Pernambucana de Futebol (FPF), Evandro Carvalho

LOURENÇO GADÊLHA
LOURENÇO GADÊLHA
Publicado em 07/05/2021 às 14:53
Tiago Caldas/CNC
FORA.O VAR que seria utilizado no Clássico das Emoções, está fora dos planos e a FPF escalou árbitro da FIFA na partida que vale vaga na final - FOTO: Tiago Caldas/CNC
Leitura:

Apesar da preferência de Náutico e Santa Cruz, o Clássico das Emoções válido pela semifinal do Campeonato Pernambucano não terá o recurso do árbitro de vídeo. De acordo com o presidente da Federação Pernambucana de Futebol (FPF), Evandro Carvalho, o motivo para não utilização do VAR deve-se à problemas técnicos relatados no início da tarde desta sexta-feira pelas duas empresas credenciadas que manuseiam o equipamento no Brasil. Assim, o confronto marcado para o próximo domingo (9), às 16h, na Arena de Pernambuco, será comandado por uma arbitragem Fifa.

"A Comissão Nacional (de Arbitragem) informou que as duas empresas, que são as únicas credenciadas no Brasil para fazer o VAR, elas disseram que não conseguiram reunir nem a equipe técnica suficiente, nem o equipamento, devido a grande demanda de contratos já anteriores ao nosso. Assim, não poderiam realizar o VAR. Desse modo, como nem Náutico, nem Santa Cruz não tem culpa, a CBF resolveu disponibilizar arbitragem Fifa presencial e não VAR, sem custo para nenhum dos dois", explicou Evandro inicialmente.

Como a alteração aconteceu justamente nesta sexta-feira (7), antevéspera do duelo, a CBF, por meio da Comissão Nacional de Arbitragem se reúne às 15h, em caráter excepcional, para definir o quarteto responsável por comandar à partida no próximo domingo. Conforme antecipado pelo presidente da FPF, Evandro Carvalho, Náutico e Santa Cruz não terão custos adicionais pela arbitragem credenciada à Fifa.

Segundo o mandatário, a indisponibilidade das empresas de tecnologia que fornece o VAR se deu, também, em razão de contratos prioritários com a federação Paulista e Carioca, como também com as outras entidades que possuem árbitro Fifa em seu quadro - Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Santa Catarina. "Só depois que eles atendem essas federações, é que eles atendem as outras. Pernambuco é a única do Nordeste que tem um árbitro Fifa. Quando eles atendem os cinco e sobra, eles atendem Pernambuco. Se ele atender Pernambuco e sobrar, eles atendem os outros estados do Brasil que não tem árbitro Fifa", acrescentou.

Nesta fase da competição, o Clássico das Emoções será o único confronto afetado pela não utilização do árbitro de vídeo. Isso porque na outra semifinal, entre Sport e Salgueiro, o clube rubro-negro optou por negar a presença do VAR, preferindo apenas a arbitragem Fifa. Assim, no duelo entre as equipes na próxima segunda-feira, permanece a decisão inicial do Leão, com o árbitro Anderson Daronco (RS) no comando do apito, auxiliado por Kléber Gil (SC) e Eduardo Cruz (MS), e Wágner Magalhães (RJ) como quarto árbitro.

VAR NA FINAL

Para as finais do Campeonato Pernambucano, a FPF já deu entrada em um requerimento solicitando à presença da tecnologia de vídeo. "Fizemos o pedido do VAR para a final para ver se a gente consegue bater logo o martelo para nenhuma equipe sofra o problema que teve agora, porque a gente foi avisado em cima da hora. Náutico, Santa Cruz e Salgueiro não querem custear o árbitro Fifa. Dessa vez agora, como foi um motivo de força maior, eles não vão pagar. Se na final tiver árbitro Fifa, eles pagam. Esperar e torcer que possa ter o VAR em uma das finais, porque caso o Sport avance, ele já disse que não quer o VAR", concluiu.

Comentários

Últimas notícias