Decisão

Em reunião, FPF cogitou presença de público nas finais do Estadual entre Náutico x Sport

Náutico e Sport são os finalistas do Pernambucano de 2021

Davi Saboya
Davi Saboya
Publicado em 11/05/2021 às 22:29
Notícia
BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
Sport venceu por 3x0 o Náutico no primeiro turno - FOTO: BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
Leitura:

A Federação Pernambucana de Futebol (FPF) reuniu nesta terça-feira os representantes de Náutico e Sport para debater sobre o mando de campo, a arbitragem e a presença do árbitro de vídeo das finais do Pernambucano. No encontro, o presidente da entidade local, Evandro Carvalho, chegou a cogitar uma presença mínima de público nos jogos. Claro, respeitando um protocolo de prevenção contra a covid-19 e a liberação do Governo do Estado. É o que revelaram o vice-presidente do Timbu, Diógenes Braga, e o diretor de futebol do Leão, Fred Domingos, em entrevista ao programa Fórum Esportivo, da Rádio Jornal.

LEIA MAIS

Duelos entre Náutico e Sport no Pernambucano podem sofrer alteração até 24 horas antes de a bola rolar

> Finais do Campeonato Pernambucano entre Náutico e Sport terão arbitragem Fifa

Presidente do Náutico quer VAR nas finais diante do Sport: 'Não sei porquê ser contra arbitragem de vídeo'

Presidente da FPF diz que 'não tem como garantir' presença do VAR nas finais entre Náutico x Sport

Final entre Sport x Náutico coloca à prova a melhor defesa contra o ataque mais poderoso do Pernambucano

"O presidente Evandro (Carvalho) nos colocou que haveria uma possibilidade de isso ser aprovado pelas autoridades sanitárias do Estado. Mesmo assim, a gente reconheço, Evandro também, que a possibilidade é remotíssima diante do número elevado de contaminação, UTIs lotadas e todos os problemas nós já sabemos. Isso seria obedecendo critérios rigorosos de distanciamento e tudo mais. Coisa de 2 e 3 mil ingressos para cada jogo. Só que tudo isso são hipóteses. Particularmente, não acredito numa liberação", afirmou Fred Domingos.

"Foi colocada uma possibilidade de ser colocar perante o Governo de Pernambuco uma autorização para determinado percentual. O presidente Evandro (Carvalho, da FPF) sabe explicar bem. Só poderia entrar no estádio pessoas vacinadas. Esse jogo seria uma avaliação de um sistema de controle de acesso visando Brasil x Argentina. Existiria um protocolo, um nível de segurança, mas não foi adiante. Sabíamos que isso não avançaria", completou Diógenes Braga.

Procurado pelo Jornal do Commercio e Blog do Torcedor, na noite desta terça-feira, o presidente Evandro Carvalho negou que cogitou essa possibilidade. No atual cenário da pandemia, ele disse que não seria possível a presença de público.

No boletim desta terça-feira, a Secretaria de Saúde de Pernambuco informou que mais 2.779 pessoas foram contaminadas com a covid-19. O que subiu o número total para 429 casos confirmados da doença no Estado. Além disso, o órgão também informou que 89 óbitos foram registrados. Ao todo, aconteceu 14.369 mortes pela covid-19. Desde o início da pandemia, está proibida a presença de público nos estádios de futebol.

Comentários

Últimas notícias