polêmica

"Se eu estivesse lá, ia pegar esse juiz", diz esposa de Medina ao reclamar da arbitragem na olimpíada

"Infelizmente, como o surfe é subjetivo, dá pra roubar fácil", disse a modelo.

Haim Ferreira
Haim Ferreira
Publicado em 27/07/2021 às 1:57
Notícia
REPRODUÇÃO DO INSTAGRAM
Yasmin Brunet fez uma live no Instagram detonando os juízes de Tóquio. - FOTO: REPRODUÇÃO DO INSTAGRAM
Leitura:

A esposa do surfista Gabriel Medina se revoltou com a nota dada ao brasileiro nas semifinais do surfe masculino nas Olimpíadas de Tóquio. Medina acabou sendo eliminado para o japonês Kanoa Igarashina, quando teve 16.76, enquanto o asiático bateu 17.00.

Segundo a modelo, o aéreo que fez Kanoa superar Medina na pontuação não merecia tanto valor quanto às manobras feitas pelo seu namorado. "Tá vendo? Se eu estivesse lá, eu pegava esse juiz. Vou nem falar nada. Infelizmente, como o surfe é subjetivo, dá pra roubar fácil para as pessoas", disparou no Instagram.

Yasmin já havia se envolvido em uma grande polêmica antes mesmos dos jogos começarem. O motivo foi o fato dela ter sido excluída da delegação de surfe pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB). Por medidas sanitárias contra a pandemia de Covid-19, as atividades estão sendo realizadas sem público e o número de pessoas nas delegações foram reduzidos.

Por isso, os brasileiros puderam chegar no Japão apenas com um treinador ou pessoas “necessárias” para as disputas. Yasmin tentou ir com Medina, mas, o Comitê Olímpico Brasileiro (COB) vetou a ida da modelo – ela chegou a detonar a entidade em rede social.

Em tempo, Gabriel Medina ainda cairá nas águas japonesas para disputar a medalha de bronze contra o australiano Owen Wright.

Ítalo Ferreira na disputa do ouro

O brasileiro Ítalo Ferreira garantiu mais uma medalha para o Brasil nas Olimpíadas de Tóquio. O campeão mundial de 2019 está na final do Surfe contra o japonês Kanoa Igarashina, que eliminou Gabriel Medina. Na praia de Tsurigasaki, a 64km da capital japonesa, Ítalo Ferreira somou 13.17 pontos, contra 12.47 de Owen Whright.

 

Comentários

Últimas notícias