OLIMPÍADA

Zverev acaba com o sonho de Djokovic e vai disputar o ouro no tênis em Tóquio

O número 1 do mundo desembarcou na capital japonesa com o objetivo de conquistar a medalha de ouro e juntar com os títulos de Grand Slam do Aberto da Austrália, Roland Garros e Wimbledon, obtidos nesta temporada, além da taça no US Open a ser disputado a partir do dia 30, em Nova York

Marcos Leandro
Marcos Leandro
Publicado em 30/07/2021 às 10:23
Notícia
Tiziana FABI / AFP
Sérvio perdeu a semifinal dos Jogos Olímpicos de Tóquio para o alemão Alexander Zverev, de virada, por 2 sets a 1, com parciais de 1/6, 6/3 e 6/1. - FOTO: Tiziana FABI / AFP
Leitura:

ESTADÃO CONTEÚDO

Acabou o sonho de Novak Djokovic conquistar o ‘Golden Slam’ Nesta quinta-feira (30), o tenista sérvio perdeu a semifinal dos Jogos Olímpicos de Tóquio para o alemão Alexander Zverev, de virada, por 2 sets a 1, com parciais de 1/6, 6/3 e 6/1.

O número 1 do mundo desembarcou na capital japonesa com o objetivo de conquistar a medalha de ouro e juntar com os títulos de Grand Slam do Aberto da Austrália, Roland Garros e Wimbledon, obtidos nesta temporada, além da taça no US Open a ser disputado a partir do dia 30, em Nova York.

> Veja lista atualizada dos brasileiros que ganharam medalha nas Olimpíadas de Tóquio 2020
 

Horários Olimpíadas 2020: veja as partidas e disputas desta sexta (30)

O JOGO

Djokovic começou bem a partida, superou um break-point no primeiro game e não deu oportunidades ao rival, fechando em 6/1. Na segunda parcial, a impressão inicial era de que o sérvio iria obter mais uma vitória tranquila, principalmente quando ele teve sucesso ao superar mais um break-point.

Djokovic ficou com o jogo na mão, quando quebrou o serviço de Zverev no quinto game, mas foi aí que a reação do alemão teve início. Ele devolveu a quebra e somou quatro games em sequência para empatar a partida.

Zverev aumentou o ritmo no set decisivo, abriu 4 a 0 e não deu chances para recuperação de Djokovic, ao fechar em 6 a 1. Após um longo abraço em Djokovic, Zverev se emocionou bastante, chorou e agradeceu às pessoas presentes na quadra. Seu rival na final será o russo Karen Rhachanov.

Comentários

Últimas notícias