timbu

Novos uniformes do Náutico apenas no segundo semestre

Os padrões estão em fase de desenvolvimento e atrasaram por causa da pandemia de covid-19

Karoline Albuquerque
Karoline Albuquerque
Publicado em 20/05/2020 às 9:25
Notícia
FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
Os padrões estão em fase de desenvolvimento. - FOTO: FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
Leitura:

O torcedor alvirrubro vai precisar esperar um pouco mais para ver e até adquirir o novo padrão do Náutico. O clube estava em fase de desenvolvimento do modelo para a temporada de retorno à Série B do Campeonato Brasileiro pela marca própria N6 quando a pandemia do novo coronavírus chegou com força do Brasil e fez com que as atividades também nas fábricas do material fossem suspensas.

Além dos uniformes, o setor de marketing e comunicação alvirrubro preparava os kits e a coleção, junto também com programações de lançamento individuais para o uniforme 1 e o 2. O processo, porém, foi travado com a pandemia. "Elenão foi travado no momento em que já estava com os uniformes fabricados para começar a vender, não. Foi travado antes mesmo desse fechamento do modelo", explicou o vice-presidente do setor Luís Felipe.

O dirigente alvirrubro exemplificou ainda que o que aconteceu no desenvolvimento da camisa do Náutico é diferente da situação da Umbro. A marca britânica lançou recentemente todos os uniformes dos times que fornece o material e já estavam prontos, como os casos de Sport, Santos, Chapecoense, Fluminense e Grêmio. O Timbu finalizava o modelo para enviar para a fábrica.

Agora, a expectativa é que no mês de agosto os uniformes possam ser disponibilizados. Pode, porém, atrasar ainda mais por causa da quarentena obrigatória no estado de Pernambuco, prevista inicialmente para durar até o final deste mês de maio. Por outro lado, Luís Felipe adianta que o torcedor pode esperar algo bonito.

"Com as fábricas paradas, isso deu uma atrasada. Quando a gente fala em agosto, fala em agosto em um tom exclusivamente de expectativa. Mas pode atrasar um pouco mais porque as fábricas de fato estão paradas. Não tem como a gente tratar com uma perspectiva mais linear quando está falando em lockdown aqui em Pernambuco. vamos aguardar. O material está ficando bem legal e vamos esperar ter mais notícias para divulgar", concluiu o vice-presidente de marketing e comunicação do Náutico.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias