Preparação

Elenco do Náutico intensifica preparação em casa visando retorno do futebol

Náutico dividiu os jogadores em dois grupos e passou uma plataforma de treinos online, com supervisão dos profissionais de educação física e fisiologia

Fernando Castro
Fernando Castro
Publicado em 25/05/2020 às 18:13
Notícia
Léo Lemos/Náutico
Diego Silva tem tentado manter a forma física em casa - FOTO: Léo Lemos/Náutico
Leitura:

Mais de dois meses depois da paralisação do futebol brasileiro em razão da pandemia do novo coronavírus, o elenco do Náutico tem intensificado a preparação física em casa já visando um possível retorno dos campeonatos. Apesar do cenário de indefinição quanto a volta dos treinos presenciais, o objetivo da comissão técnica é que os jogadores percam o mínimo possível do condicionamento físico. Para isso, o clube dividiu os atletas em dois grupos e passou uma plataforma de treinos online, com supervisão dos profissionais de educação física e fisiologia.

"Para manter a forma e o preparo físico eu estou fazendo os trabalhos em casa, geralmente costumo fazer na garagem. Para nós goleiros fica mais difícil por conta do espaço, a gente precisa ter a queda, tem os cruzamentos na área, precisamos de várias situações, mas a gente está se virando como pode e de uma coisa nós temos total ciência, quando voltar nós não sabemos qual o período que vamos ter de preparação, mas vamos ter que nos adaptar o mais rápido possível", avaliou o goleiro Jefferson.

Neste período sem futebol, o Náutico também disponibilizou para os jogadores alguns materiais da academia do CT Wilson Campos para facilitar os trabalhos do elenco dentro de casa. "São dois meses de paralisação do futebol, apesar dos exercícios físicos em casa a gente sente, é normal pelo tempo parado, mas ninguém desaprende a jogar bola, temos que nos adaptar para quando voltarmos poder representar o Náutico da melhor forma possível", destacou o goleiro alvirrubro.

DIFERENÇA

Apesar de todo o auxílio dado pelo Náutico com o acompanhamento dos profissionais, o zagueiro Diego Silva entende que os exercícios físicos realizados em casa pelos jogadores não é a mesma coisa do trabalho no clube, com a estrutura que o CT Wilson Campos oferece. Por isso, o defensor acredita que o elenco vai precisar de um período para readaptação e que, no geral, os atletas vão retornar com o mesmo nível de condicionamento físico.

"A gente sabe que vai dá uma igualada na forma física quando voltar. Sabemos da importância de treinar em casa para não ficar parado e não voltar muito abaixo, mas o trabalho em casa não é a mesma coisa de estar treinando no campo, fazendo um trabalho físico e técnico. Então eu acho que vai voltar todo mundo no mesmo nível, um ou outro jogador vai se sobressair, que tem o privilégio de ter uma área maior de trabalhar, mas vai ter um tempo para adaptar", comentou o zagueiro.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias