Volta para casa

"Significa muito para mim", diz atacante Thiago sobre volta para o Náutico

Ponta-direita foi comprado pelo Flamengo em dezembro, mas retornou ao Timbu por empréstimo e se mostrou ambicioso para conseguir mais títulos pelo Alvirrubro

Klisman Gama
Klisman Gama
Publicado em 08/07/2020 às 17:46
Notícia
Léo Lemos/Náutico
Atacante foi a maior revelação do Náutico na temporada passada e retornou por empréstimo - FOTO: Léo Lemos/Náutico
Leitura:

De volta ao Náutico, o atacante Thiago chega depois de uma passagem rápida pelo Rio de Janeiro, no Flamengo, clube que o contratou por um valor próximo dos R$ 7 milhões. Parte do acordo entre os clubes era do Rubro-negro carioca pagar os salários do atleta, que permanece no Timbu até o fim de 2020. Mesmo depois de cinco meses longe, o ponta-direita revelou que este retorno significa bastante para ele. Não só isso, também busca inspiração na campanha feita em 2019 para ser vitorioso nesta temporada.

"Foi uma volta que, para mim, vai significar muito neste ano, por causa dessa pandemia, por eu não estar tendo oportunidade no Flamengo também, por um problema na documentação. Essa minha volta para o Náutico vai significar muito para mim e venho com os meus objetivos. Como ano passado botei na minha cabeça que a gente tinha que conquistar o título e o acesso para a Série B, e a gente com um elenco muito forte, muito unido e trabalhando muito no dia a dia, a gente conseguiu isso", contou Thiago.

Se em 2019 ele conseguiu o título da Série C com o Alvirrubro, e marcou oito gols em 39 jogos disputados e foi um o principal destaque da equipe naquela temporada. Driblador, Thiago incendiava o jogo e mostrava bom poder de decisão mesmo com apenas 18 anos. No retorno, a ambição de conquistar mais com o Náutico segue em alta. A intenção é deixar o Timbu na Série A ao fim da Segunda Divisão. Para o futuro, nenhuma possibilidade está descartada pelo jogador.

"E nesse ano venho com o mesmo pensamento também, de colocar o Náutico na elite do futebol, quem sabe conquistar mais um título. E ao fim do ano retornar ao Flamengo para jogar na série A, ou permanecer no Náutico ou ir até para um clube melhor na Europa", finalizou.

A negociação da volta de Thiago se deu por conta de problemas que o Flamengo teve para manter o pagamento das parcelas ao Alvirrubro. Com a chegada do atleta ao Recife, o time carioca segue pagando integralmente o salário dele, mas o valor será descontado da última parcela que o Náutico tem a receber. Outra parte do acordo foi de que as próximas prestações da transferência (referentes a junho, agosto e outubro deste ano) e terão seu vencimento somente em 2021.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias