série b

Náutico mira reabilitação na Série B contra o Operário-PR nos Aflitos

Náutico perdeu jogo da estreia na Série B por 3x1 diante do Avaí. Próximo desafio será contra o Operário-PR na terça-feira, nos Aflitos

Gabriela Máxima
Gabriela Máxima
Publicado em 10/08/2020 às 9:07
Notícia

ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Dal Pozzo enfatizou correção de erros diante do Operário-PR - FOTO: ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Leitura:

A derrota na estreia da Série B do Campeonato Brasileiro, sábado, por 3x1 diante do Avaí, escancarou algumas urgências de contratações no elenco do Náutico. O técnico Gilmar Dal Pozzo reconhece a necessidade de buscar reforços, mas destaca que o foco do grupo está voltado nas partidas. Em entrevista coletiva logo após o jogo em Santa Catarina, o comandante alvirrubro garantiu que o assunto vem sendo debatido internamente e que a concentração já visa ao duelo com o Operário-PR, amanhã no estádio dos Aflitos.

"Minha preocupação nesse momento é buscar alternativa, corrigir os erros. Porque a gente perdeu por erros nossos e na terça-feira (amanhã) a gente já tem outra decisão. Odeio perder, mas ao mesmo tempo tenho que buscar solução porque é muito rápido. Tem poder de buscar o mais rápido possível o resultado dentro de nossa casa de forma lúcida e equilibrada também, sem desespero", argumentou Dal Pozzo. "Nosso compromisso é já na terça-feira, estou focado. Prefiro que nossa diretoria se pronuncie. Nossa diretoria tem se posicionado, internamente a gente tem conversado sobre isso. Ítalo (Rodrigues) e Diógenes (Braga) é que vão se pronunciar em relação a contratação. É responsabilidade de todos nós, mas o posicionamento oficial é deles", comentou.

Na análise do treinador, o Náutico deixou a desejar em alguns pontos individuais que culminaram na derrota. Dal Pozzo foi enfático sobre lamentações. "Não adianta querer lamentar. A gente admitiu que o Avaí jogou melhor e definiu quando esteve melhor e futebol é assim. Em casa teremos que propor o jogo diante de um adversário que vem de uma boa temporada e buscar solução. E não ficar lamentando", disse.

O atacante Kieza compartilha a opinião do treinador alvirrubro. De acordo com o camisa 9, autor do gol do Náutico diante do Avaí, faltou capricho na hora de finalizar, fundamento que precisa ser melhorado no jogo de amanhã. "Tomamos dois gols de bola parada. Conversamos muito no intervalo, tanto que a gente voltou melhor no segundo tempo, tocando mais a bola. Precisa caprichar mais. A gente sabe disso e vamos tentar consertar para o jogo em casa. Porque terça-feira a gente precisa jogar melhor", falou Kieza, em entrevista ao SporTV.

 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias