Jogo adiado

Contra Sampaio Corrêa, Náutico quer melhorar postura e voltar a vencer na Série B

Alvirrubro precisa esboçar reação para diminuir distância do Vitória, primeira equipe fora do Z4, e para isso deve vencer o Sampaio Corrêa, que vem em ascensão no campeonato

Klisman Gama
Klisman Gama
Publicado em 16/11/2020 às 21:07
Notícia

BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
Timbu vai vivendo um calvário na competição e vê a distância para sair do Z4 aumentar - FOTO: BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
Leitura:

Um duelo de momentos bastante distintos em relação à data original de onde se enfrentariam na Série B, 26 de setembro, em jogo válido pela 11ª rodada do campeonato, Náutico e Sampaio Corrêa chegam nesta terça-feira (17), às 18h, com pretensões totalmente diferentes. Se antes o Alvirrubro brigava na parte de cima da tabela e o Tricolor maranhense queria se desgarrar do Z4, atualmente é o inverso. O Timbu enfrenta um calvário na competição, sem conseguir vencer há quatro partidas e também não demonstra poder de reação em jogos longe dos Aflitos. Situação que o próprio técnico Gilson Kleina reconhece, ao afirmar que o Náutico é “uma equipe dentro de casa e outra fora”.

Náutico: técnico Gilson Kleina tentar resgatar confiança do meia Jean Carlos

“A verdade é uma só: estamos sendo uma equipe em casa e uma outra fora. Mostramos isso no jogo contra o CSA e contra o Operário-PR. Eu não entendo porque não vi o Operário-PR fazendo um jogo para fazer três gols em nós, mas nos vi propiciando esses três gols. Então a responsabilidade tem que ser minha, já conversamos logo depois do jogo. Claro que a preocupação aumenta, porque tivemos um nível de competitividade baixo, não é isso o que eu trabalho e não é meu estilo, até coloquei isso para eles”, disse.

Sem Jean Carlos e Yago Rocha lesionados, e Rhaldney suspenso pelo terceiro cartão amarelo, o Alvirrubro precisará fazer mudanças no time titular. Inclusive, viajaram para o Maranhão o zagueiro Camutanga e o atacante Erick - afastados por conta da covid-19 -, o lateral-direito Hereda e o volante Bustamante, que estiveram fora da relação do jogo diante do Operário-PR por opção do técnico.

Apesar das várias mexidas, é possível que, na zaga, Camutanga ganhe a vaga de Rafael Ribeiro. Na lateral direita, Hereda e Bryan disputam a posição. No gol, Halls deve ser mantido em detrimento a Jefferson. Do meio para frente, Djavan seria o reserva imediato para o lugar de Rhaldney, enquanto Ruy e Marcos Vinícius disputam o posto de meia deixado por Jean Carlos. Na frente, Dudu e Erick concorrem com Dadá Belmonte para fazer a dupla com Kieza. Não somente as mudanças de peças e da questão tática, mas a busca por uma equipe coesa e confiante é algo primordial para o treinador.

“A gente opta por colocar inteligência, uma qualidade técnica maior no jogo, mas temos que rever algumas situações para que nossa equipe seja coesa e possa ter esse equilíbrio. Então estamos trabalhando em cima de cada questão da confiança, porque só nós podemos sair dessa situação. Mas temos que estar unidos nessa situação, entender que é um momento que temos que estar ligados, precavidos”, complementou Gilson Kleina.

O Timbu ocupa a 17ª colocação da Segundona, com 20 pontos. Quatro atrás do Vitória, primeira equipe fora da zona de rebaixamento. Enquanto isso, o Sampaio Corrêa vem em plena ascensão no campeonato, tendo atingido os 34 pontos na última rodada e assumido a quarta colocação. Caso vença o Náutico, subirá para a vice-liderança da Série B por conta do maior número de vitórias em relação ao América-MG e Cuiabá. Na situação de uma vitória Alvirrubra, os pernambucanos seguem no Z4, mas diminuem para um ponto a distância para sair da zona.

Ficha do jogo

Sampaio Corrêa

Gustavo; Luís Gustavo (Joazi), Joécio, Paulo Sérgio e Marlon; André Luiz, Vinícius Kiss e Marcinho; Roney, Caio Dantas e Robson Duarte. Técnico: Léo Condé.

Náutico

Halls; Bryan (Hereda), Camutanga (Rafael Ribeiro), Ronaldo Alves e Wilian Simões; Djavan, Jhonnatan, Jorge Henrique e Ruy (Marcos Vinícius); Dadá (Erick) e Kieza. Técnico: Gilson Kleina.

Local: Estádio Castelão, em São Luís-MA. Horário: 18h. Árbitro: Jonathan Antero Silva (RO). Assistentes: Márcia Bezerra Lopes e Adenilson de Souza Barros (ambos RO).

Comentários

Últimas notícias