Timbu

Vice-presidente do Náutico diz que arbitragem está usando Hélio dos Anjos como "boi de piranha"

O time alvirrubro empatou por 2x2 com o Afogados nesta segunda-feira

Davi Saboya
Davi Saboya
Publicado em 27/04/2021 às 0:12
Notícia
ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Registro do técnico Hélio dos Anjos durante Náutico 2x2 Afogados - FOTO: ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Leitura:

O vice-presidente do Náutico, Diógenes Braga, não gostou nenhum pouco da atuação do árbitro José Woshington no empate desta segunda-feira contra o Afogados. Em entrevista à Rádio Jornal, na saída do campo dos Aflitos, o dirigente desabafou e disse que o técnico Hélio dos Anjos está sendo perseguido pela arbitragem pernambucana. Ele ainda admitiu que o treinador alvirrubro se exaltou em algumas partidas do Estadual. O que não aconteceu diante da Coruja do Sertão, segundo o também vice de futebol do Timbu.

LEIA MAIS

> Náutico empata com Afogados e não consegue atingir melhor largada da história no Estadual

> Veja as escalações de Náutico e Afogados e a transmissão da Rádio Jornal

"Ele está sendo boi de piranha para as novas regras que está se colocando. Passou o jogo todo sentado em uma cadeira com dores na perna, mas ficam marcando ele o tempo todo. O resultado do jogo é outra coisa, reconhecemos as nossas falhas. Só que o atendimento ao juiz durou cerca de três, quatro minutos, e ele só deu sete de acréscimo", afirmou o vice-presidente do Náutico.

"E ainda não quis que o meu treinador se exaltasse. Isso não existe! Tem que se parar de pegar no pé dele. Quando ele se exalta, tudo bem. Mas hoje não", completou o dirigente alvirrubro.

Na entrada do vestiário do Timbu, Diógenes Braga, o atacante Kieza e o Hélio dos Anjos ainda discutiram com o ex-presidente do Náutico, Paulo Wanderley, que atualmente ocupa o cargo de vice-presidente da Federação Pernambucana de Futebol (FPF). O artilheiro da equipe chegou a dizer "a arbitragem daqui é uma vergonha". Já Diógenes reiterou que estão usando Hélio como "boi de piranha".

Nenhuma descrição disponível.

Comentários

Últimas notícias