PILAR DEFENSIVO

Wagner aposta em leveza e velocidade para manter bom desempenho no Náutico

Titular na defesa alvirrubra, o zagueiro Wagner foge do biotipo padrão de um zagueiro, mas que sabe fazer bom uso das suas características dentro de campo

Túlio Feitosa
Túlio Feitosa
Publicado em 09/06/2021 às 8:45
Notícia
ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Segundo gol do Náutico feito por Wagner no jogo entre os times do Náutico e do Afogados, válido pela Campeonato Pernambucano 2021. Jogo realizado no estádio dos Aflitos no Recife. - FOTO: ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Leitura:

Pilar defensivo do Náutico na temporada, o zagueiro Wagner Leonardo é um dos principais jogadores do elenco do técnico Hélio dos Anjos para essa Série B do Campeonato Brasileiro. Aos 21 anos, o atleta não segue o biotipo robusto “tradicional” de quem atua na posição dele no futebol, mas, segundo o próprio Wagner, ele consegue tirar vantagem sobre os adversários com sua própria característica.

“Eu acredito que ganho um pouco por ser mais leve, em virtude das recuperações, das antecipações. E cada atacante que vamos marcar, cada um tem seu modo de jogar. E quando pegamos atacantes mais fortes, que gostam do contato corpo a corpo, eu consigo dar uma antecipação, um pouco mais de espaço para ele não me achar e ficar mais perdido no jogo”, contou o zagueiro.

Cria da base do Santos, Wagner Leonardo veio para compor a equipe de defensores do elenco alvirrubro que, diferente do jovem atleta, já são bastante experientes. Camutanga, com quem Wagner divide a titularidade, já está na sua quarta temporada com a camisa do Timbu, enquanto Yago tem o Náutico como sua oitava equipe na carreira. Ronaldo Alves, o mais experiente, está na sua segunda passagem pelo clube da Rosa e Silva, além de outras seis equipes no currículo.

“Nós quatro estamos muito bem unidos, trabalhando… nos ajudamos nos treinamentos. Sabemos que qualquer um, que for colocado para iniciar a partida, vai ter total condição de fazer um bom trabalho”, ressaltou Wagner.

O zagueiro também falou sobre sua parceria com Camutanga dentro das quatro linhas e como ele enxerga o “xerife” dos Aflitos como uma referência na posição e no clube.

“É uma parceria de sucesso que tem dado certo. É um jogador que tem muita experiência, mais velho, tem história no clube. Ganhou títulos pelo clube, então eu o vejo como um espelho para podermos estar crescendo juntos”, pontuou o atleta.

O Náutico volta a campo já nesta sexta-feira (11), em partida válida pela terceira rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O adversário da vez é o Guarani, que vem de uma boa vitória por 5x2 em cima do Operário, fora de casa. A partida será realizada no Estádio Brinco de Ouro, em Campinas, às 21h30.

Comentários

Últimas notícias