NA BRONCA

Técnico do Santa Cruz fica satisfeito com empate, mas lamenta viagem ao Sertão: 'ficou tudo atropelado'

Federação Pernambucana de Futebol só confirmou o local de primeira partida do Estadual na última sexta-feira, com o Santa Cruz viajando para Salgueiro no sábado pela manhã

Filipe Farias
Filipe Farias
Publicado em 02/08/2020 às 20:50
Notícia

Rafael Melo/ Santa Cruz
Itamar Schulle lamentou decisão de levar a final do Pernambucano para Salgueiro em cima da hora. - FOTO: Rafael Melo/ Santa Cruz
Leitura:

O empate em 1x1 com o Salgueiro, no estádio Cornélio de Barros, deixou o técnico Itamar Schulle satisfeito. Principalmente, quando as circunstâncias que envolveram o Santa Cruz antes da primeira partida da final do Campeonato Pernambucano foram analisada. O comandante coral ficou bastante descontente com a decisão em cima da hora de levar a primeira decisão para o Sertão do Estado, obrigando a delegação tricolor a encarar mais de 500 km de estrada um dia antes do confronto com o Carcará.

"Quero parabenizar o grupo pela luta que tiveram. Jogar aqui (Salgueiro) e levar um resultado positivo nas circunstâncias que encaramos em uma decisão. Viagem longa, jogo desgastante... Soubemos só na sexta-feira que tínhamos de viajar, ficou tudo atropelado, não pudemos realizar o treino, pois ficou em cima. Lamentamos isso, pois preparamos uma programação e tivemos de mudar. O jogo seria na Arena e acabou não sendo mais e sofremos com a viagem. Depois da parada do futebol por três meses nós estamos jogando quarta e domingo, jogos fora e com toda partida sendo uma decisão. Isso mexe com o atleta e precisamos ter cuidado para não perder ninguém (por lesão). Estamos superando todas as adversidades e agora conseguimos dar mais um passo. Vamos seguir respeitando o nosso adversário, buscar dar dar mais esse passo que é a vitória lá no Recife, no nosso campo, para levar a taça, que é a nossa meta", declarou Itamar Schulle.

Sobre a partida em si, o treinador coral avaliou da seguinte maneira: "Tivemos uma posse de bola maior, criamos muitas oportunidades de finalizar, mas pecamos no passe final, na conclusão. Mas tivemos um volume de jogo bom, maior que o adversário. Claro que foi um jogo de luta, muitas faltas e entrega dos dois lados, mas prevaleceu a qualidade da nossa equipe, com toque de bola. Não conseguimos a vitória, mas levamos um bom resultado para decidirmos em casa. É seguir com humildade, respeitar o adversário, mas procurar melhorar o que é necessário. Temos pouco tempo de treinamento, mas é procurar corrigir o que tiver no único treino. Sempre podemos dar algo a mais. É vencer e levantar a taça que tanto estamos lutando desde dezembro, quando chegamos aqui", frisou Itamar.

O elenco do Santa Cruz dorme na cidade de Salgueiro e só pega a estrada rumo ao Recife na segunda-feira (3), após o café da manhã. Na chegada à capital pernambucana, os atletas que atuaram diante do Carcará fazem apenas um trabalho regenerativo, enquanto que os jogadores que não entraram em campo treinam no Arruda, para só depois serem liberados e se reapresentando na terça-feira (4), no último treino antes da decisão final do Estadual.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias