SÉRIE C

Titular contra o Remo, Tinga destaca força coletiva do Santa Cruz: ‘Objetivo é o acesso’

Volante substituiu Paulinho na vitória contra o Remo neste domingo

LOURENÇO GADÊLHA
LOURENÇO GADÊLHA
Publicado em 14/09/2020 às 19:10
Notícia

Rafael Melo/Santa Cruz
De titular ou saindo do banco, Tinga participou de todos os jogos do Santa Cruz na Série C - FOTO: Rafael Melo/Santa Cruz
Leitura:

Titular de última hora na vitória contra o Remo, Tinga se encarregou da dura missão de substituir uma das referências técnicas do Santa Cruz na temporada: o volante Paulinho. O camisa 8 sentiu um desgaste muscular e foi vetado da partida. Com isso, o seu substituto ganhou a oportunidade de iniciar o jogo entre os onze titulares e deu conta do recado. Com bom desempenho individual em campo, Tinga enalteceu o trabalho coletivo da equipe para conquistar mais uma vitória na Série C do Campeonato Brasileiro.

“Venho trabalhando muito forte. Sempre procuro dar o meu melhor nos treinos, sempre buscando algo para melhorar minha performance. Vejo com bons olhos. Procurei ajudar minha equipe na marcação e sempre que tive a oportunidade de chegar a frente, finalizei as jogadas e busquei o gol. No todo, quero enaltecer o trabalho da equipe e de todos os profissionais para continuar desse jeito e ir em busca do nosso objetivo que é o acesso”, projetou o volante em entrevista coletiva.

 

Nesta Série C, Tinga tem sido uma espécie de 12º jogador do Santa Cruz. Isso porque saindo do banco ou iniciando como titular, o atleta participou de todos os jogos do Tricolor na competição. Já na temporada, foi o terceiro jogo em que começou entre os onze iniciais. Dentro deste contexto, o volante frisou a importância de seguir trabalhando forte para corresponder com um bom futebol nas vezes que for acionado.

“Fico feliz por poder ajudar a equipe. Sempre onde eu vou, procuro deixar esse legado de ser um cara trabalhador, que sempre está em busca de melhorar para ajudar os companheiros. É claro que temos que estar preparados porque não sabemos o que vai acontecer com os outros atletas. Penso que todo mundo estando bem, buscando seu espaço e tendo aquela competitividade amigável, o único beneficiado será o Santa Cruz. Então é continuar trabalhando e matando um leão por dia para buscar os espaços e oportunidades que tiver”, disse Tinga.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias