ELOGIOS AO CAMISA 10

'Temos que trazer atletas da qualidade e do nível de Chiquinho', afirma técnico do Santa Cruz

Chiquinho marcou um gol e deu três assistências na vitória do Santa Cruz em cima do Vera Cruz

Lucas Holanda
Lucas Holanda
Publicado em 07/04/2021 às 22:21
Notícia
BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
Técnico Brigatti valorizou o poder de decisão do atleta. - FOTO: BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
Leitura:

O técnico João Brigatti rasgou elogios ao meia Chiquinho, principal nome na goleada do Santa Cruz por 4x1 em cima do Vera Cruz, no estádio do Arruda. O camisa 10 coral foi peça decisiva para o Tricolor sair vitorioso, já que o jogo estava 1x1 até os 38 minutos da etapa final, que foi quando Chiquinho tirou duas assistências da cartola e marcou um gol - já havia dado um passe para gol no primeiro tempo. Para o técnico João Brigatti, o Santa Cruz precisa apostar em jogadores do nível de Chiquinho, que decide tanto no aspecto técnico como também é um atleta aplicado e exemplar no dia a dia coral.

"O Chiquinho é um atleta que se destaca também por ser um líder dentro de campo, fora dele também. É um atleta que a gente tem um relacionamento exemplar juntamente com todo o elenco. São atletas desse nível que a gente precisa no Santa Cruz e é em cima disso que a diretoria está buscando. O mercado está inflacionado e difícil devido aos outros campeonatos em andamento, mas temos que trazer atletas da qualidade e do nível do Chiquinho para que a gente possa ter um elenco sempre forte", afirmou.

Além de elogiar Chiquinho, Brigatti também fez questão de exaltar a força do elenco coral, afirmando que os jogadores estão comprometidos e ficaram muito tristes com as derrotas recentes e com a eliminação precoce do Santa Cruz ainda na na primeira fase da Copa do Nordeste.

O próximo compromisso do Santa Cruz é no sábado (10) diante do Botafogo-PB, no Arruda, em jogo que marca a despedida do zagueiro e capitão Danny Morais. Já eliminado na Copa do Nordeste, o Tricolor pode mandar a campo uma equipe reserva, já que na próxima terça-feira (13) o Tricolor enfrenta o Cianorte, em duelo válido pela segunda fase da Copa do Brasil e que vale uma boa grana para os cofres corais: R$ 1,7 milhão.

"Vamos fazer essa análise a partir de amanhã. Precisamos respeitar a equipe do Botafogo-PB que também é uma equipe muito difícil de ser batida. Um jogo que praticamente não vale em relação a classificação, mas vale porque você veste essa camisa e temos que entrar em campo e respeitar demais. Vamos ver a melhor formação para que a gente possa, dentro do jogo, ter um comportamento muito bom e também preparar essa equipe para o grande jogo de terça-feira, pela Copa do Brasil, que nos dá uma visibilidade e na parte financeira muito forte", finalizou Brigatti.

Comentários

Últimas notícias