Alerta Ligado

Mesmo com pandemia do coronavírus, CBF garante continuidade dos campeonatos no Brasil

Fifa adiou, ainda sem nova data, o jogo da seleção brasileira contra a Bolívia que aconteceria pela primeira rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo

Davi Saboya
Davi Saboya
Publicado em 12/03/2020 às 20:45
Notícia
LUCAS FIGUEIREDO/CBF
Secretário-geral da CBF Walter Feldeman disse que não há previsão de retorno - FOTO: LUCAS FIGUEIREDO/CBF
Leitura:

Apesar do alerta mundial por parte da Organização Mundial da Saúde (OMS) contra a pandemia do coronavírus, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) garantiu o prosseguimento normal das competições brasileiras de futebol. Por meio do secretário geral Walter Feldman, a entidade comunicou que está acompanhando em tempo real as informações no território brasileiro sobre o novo vírus. Ele ainda frisou que a não suspensão dos torneios é uma orientação no ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta. No Brasil, 77 casos foram confirmados do covid-19. Desses, dois são em Pernambuco.

LEIA MAIS

Grande Prêmio da Austrália de Fórmula 1 é cancelado por conta do coronavírus

Mais um jogador da NBA infectado com o coronavírus

Torcedores aprovam adiamento de Brasil x Bolívia na Arena de Pernambuco

Elencos do Real Madrid e Juventus em quarentena por coronavírus

Após NBA, Fiba suspende toda as suas competições por surto de coronavírus

"Estamos 24 monitorando todas as informações em perfeita sintonia com o Ministério da Saúde, secretarias de Estado e todas as autoridades públicas na área de saúde para sabermos a real dimensão e aprofundamento do avanço na crise do coronavírus. Mas com responsabilidade e sensatez. De tal forma, a orientação que temos até do próprio ministro (da Saúde, Luiz Henrique Mandetta) é que os eventos esportivos e culturais não devem ser cancelados", disse Feldmann, em entrevista ao repórter Wellington Campos.

O secretário geral da CBF ressaltou que a entidade não irá tomar medidas que possam causar pânico no Brasil. Se for necessário, o dirigente pontuou que todo o protocolo irá ser realizado da melhor maneira.

"Acreditamos que, na dimensão epidemiológica e tecnológica que o Ministério da Saúde tem por todo país, essa sintonia precisa ser estabelecida. Nenhuma medida na não do caos deve acontecer. Estaremos atentos para tomar as decisões necessárias. Neste momento, os campeonatos brasileiros continuam normalmente", comentou.

Comentários

Últimas notícias