Leão

Sport mantém posição e só vai marcar retorno das atividades após aval do Estado

O Sport paralisou quase todas as atividades desde o dia 17 de março

Davi Saboya
Cadastrado por
Davi Saboya
Publicado em 02/05/2020 às 8:01
BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
Luan Polli começou a temporada titular absoluto do Sport - FOTO: BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
Leitura:

Pensando na segurança dos jogadores e funcionários, o Sport não quer marcar uma data para o retorno das atividades dos jogadores antes da liberação da Secretaria de Saúde do Estado. Postura diferente dos rivais Náutico e Santa Cruz que estão com as datas para as respectivas voltas gradativas marcadas para 11 e 18 de maio, mas ambos os prazos devem ser adiados novamente. Governador de Pernambuco, Paulo Câmara prorrogou o decreto que fecha o comércio e serviços não essenciais até pelo menos o próximo dia 15.

O executivo de futebol do Sport, Lucas Drubscky, ressaltou que o clube precisa mobilizar uma grande logística para os treinos voltarem a ser realizados. Dessa maneira, a estimativa de um prazo e posterior adiamento pode gerar prejuízos para o Leão, jogadores e demais funcionários.

"O Sport só vai voltar quando as autoridades de saúde de Pernambuco liberarem. Assim que isso acontecer publicaremos o dia da nossa volta. Enquanto isso não acontecer, não tem como a gente prever nada. Até porque não dá para ficar adiando as coisas, pois existem muitos fatores envolvidos", explicou o diretor de futebol remunerado.

LEIA MAIS

Figura marcante no Sport, Nó está internado por causa do novo coronavírus

Ministério da Saúde emite parecer favorável aos protocolos de proteção da CBF com ressalvas para retorno do futebol

Evandro Carvalho garante realização do Pernambucano: "Impossível ser suspenso"

Os jogadores do Sport não acreditam na volta das competições neste mês de maio. Na visão do lateral-direito Raul Prata, até mesmo quando for liberado o retorno dos treinamentos, a prioridade precisa ser a saúde e segurança de todos que fazem a equipe.

"Eu acho muito difícil voltar o futebol em maio. Esse pico pode ser que piore a situação. Estamos há um tempo em casa como a maioria dos trabalhadores e temos esse medo. É uma profissão em que circula muita gente. Precisa ser um esquema, um negócio muito bem feito para a volta. Temos que voltar, mas precisa ser tudo bem preparado para nem a gente e nem os funcionários serem contaminados", afirmou o camisa 23 do Leão.

Paralisação

As atividades no Leão estão encerradas em quase todos os departamentos desde o dia 17 de março. A última partida do Sport aconteceu dois dias antes pela penúltima rodada da Copa do Nordeste. Na ocasião, perdeu por 2x1 para o Ceará na Arena Castelão.

Comentários

Últimas notícias