Leão

Marquinhos prevê mais dificuldades para o Sport no quadrangular

Jogador foi autor do gol da vitória rubro-negra, por 1x0, contra o Vitória das Tabocas, na primeira rodada do grupo da morte.

Luana Ponsoni
Luana Ponsoni
Publicado em 30/07/2020 às 17:51
Notícia

ANDERSON STEVENS/SPORT
Marquinhos foi o autor do gol do Sport. - FOTO: ANDERSON STEVENS/SPORT
Leitura:

Se o torcedor do Sport se angustiou na tarde da última quarta-feira (29), quando o Leão venceu o Vitória das Tabocas pelo apertado placar de 1x0, pode se preparar para mais. Ao menos é o que acredita o atacante Marquinhos. O autor do gol leonino prevê dificuldades para a equipe do técnico Daniel Paulista diante ainda do Decisão e Petrolina, pelo quadrangular do rebaixamento do Campeonato Pernambucano.

O duelo contra o Decisão é o próximo compromisso do Sport. Às 16h, os rubro-negros enfrentam o Decisão no estádio Antônio Inácio de Souza. Na sequência, o Leão pega o Petrolina, às 16h, na Ilha do Retiro.

Com a vitória na rodada inicial do quadrangular, o Sport é o líder, com 3 pontos. Já o Decisão é o segundo, com 1, seguido pelo Petrolina, que também tem 1. O Vitória é o lanterna.

"Foi um jogo difícil truncado (contra o Vitória). Mas os dois próximos jogos vão ser assim também, por todos os times estarem querendo sair dessa situação (rebaixamento). Mas, particularmente, foi o meu quarto gol. Como profissional está sendo o meu melhor início de ano. Então, é continuar crescendo para continuar ajudando mais ainda a equipe", avaliou Marquinhos.

CHANCE ENTRE OS TITULAES

Com presença gradual na equipe em todos os jogos do Sport desde o retorno do futebol, após a paralisação em razão da pandemia, Marquinhos tem possibilidade de começar de frente contra o Decisão. Dois fatores contam a favor do jogador. O fato de Daniel Paulista já ter sinalizado que vai mudar a equipe e a sua insatisfação com o setor ofensivo do Leão. 

De acordo com o atacante, a parte física está muito melhor. Contra o Vitória, ele jogou 45 minutos seguidos pela primeira vez, desde o retorno das competições. "Estou melhor (condicionamento físico), voltei um pouco abaixo dos demais depois da covid. Mas é manter trabalhando firme, vai melhorar cada dia mais. Me senti muito bem nesses 45 minutos que joguei e é continuar crescendo", afirmou

 

 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias