SÉRIE A

Com um a menos, após expulsão por VAR, Sport perde por 1 a 0 para o Fluminense

Leão sofreu com expulsão precoce de Júnior Tavares ainda no primeiro tempo e viu o Fluminense garantir a vitória

Marcelo Aprígio
Marcelo Aprígio
Publicado em 16/01/2021 às 20:59
Notícia
WALLACE TEIXEIRA/ESTADÃO CONTEÚDO
Fluminense e Sport jogaram no Engenhão, no Rio. - FOTO: WALLACE TEIXEIRA/ESTADÃO CONTEÚDO
Leitura:

Em mais um jogo marcado por lances polêmicos com o VAR, o Sport perdeu por 1 a 0 para o Fluminense, na noite deste sábado (16), no Estádio Nilton Santos, em jogo válido pela 30ª rodada da Série A do Brasileirão. O resultado é ruim para o Leão que há sete jogos não vence longe da Ilha do Retiro. A vitória do tricolor veio graças a um gol do atacante Lucca, no segundo tempo, quando a equipe carioca tinha um jogador a mais em campo, desde que o lateral-esquerdo Júnior Tavares foi expulso aos 39 minutos da etapa inicial, após intervenção decisiva do VAR.

Com a derrota, o Sport aguarda o fim da rodada para ter a sua posição na tabela definida. Com isso, os rubro-negros seguem ocupando a 14ª colocação, enquanto os adversários diretos na luta contra o Z4 não entram em campo. Já o Tricolor chegou a 46 pontos, se manteve na sétima posição no Campeonato Brasileiro e segue na briga pela Libertadores.

O JOGO

A partida começou morna, com muita disputa e pouca criatividade das equipes, que viram suas marcações ganharem destaque no jogo. Com um primeiro tempo de poucas chances de gol, o Sport aguardava, ficava bem postado, esperando um erro do adversário, mas não conseguia finalizar. Do outro lado, o Fluminense girava a bola sem ameaçar tanto.

A falta de um exímio marcador prejudicou o início do jogo para o Leão da Praça da Bandeira. Isso porque, aos dois minutos, após uma boa jogada de Patric, batendo curto o escanteio para Marquinhos, que encontrou Marcão dentro da área, o jogador rubro-negro mandou a bola para as cadeiras do Engenhão. O gramado do estádio Nilton Santos, bastante irregular, também prejudicou, fazendo a bola rolar com dificuldade.

Aos cincos da primeira etapa da partida, Lucca faz tabela com Yago Felipe na esquerda da área e vai ao chão, pedindo a penalidade, após disputa com Patric. Apesar do pedido, o juiz Heber Roberto Lopes mandou a partida seguir, após análise do VAR. Quando o relógio já marcava 16 minutos, em jogada de velocidade, Calegari disparou pela direita, mas o ataque tricolor já estava em posição irregular dentro da área do Sport. Dois minutos depois, Fred recebeu na área, matou no peito e arriscou uma bicicleta, mas a bola saiu pela linha de fundo, sem perigo.

Danilo Barcelos cobrou escanteio na área, aos 30 minutos, e a defesa do Sport tirou o perigo e conseguiu o contra-ataque rápido. Na sequência do lance, no contra-ataque, Patric recebeu na esquerda da área, isolou a bola, mas a arbitragem marcou o impedimento. Em seguida, Raul Prata desceu pela direita e mandou a bola rasteira na área, Dalberto chutou de destra e a bola explodiu no goleiro Luccas Claro.

Aos 33, o Sport se manteve no ataque e pressionou o Fluminense. Betinho encontrou Patric na direita, que tentou seguir com o lance, mas acabou escorando com o braço e a arbitragem marco. Danilo Barcelos cobrou a falta direto, a bola passou pela barreira e saiu pela linha de fundo perto da trave do arqueiro rubro-negro.

Precisando de um resultado positivo fora de casa para se afastar do Z4, o Leão da Ilha ficou com um homem a menos após Júnior Tavares ser expulso aos 38 após falta dura em Calegari. O cartão veio após análise polêmica do VAR da entrada do rubro-negro. Jogadores do Sport questionaram a decisão do árbitro, que não cedeu. Depois disso, Marquinhos deixou o campo para dar lugar a Sander, e o Tricolor das Laranjeiras aproveitou a superioridade numérica e trocou passes no campo ofensivo.

Aos 44, Calegari dominou pela direita e jogou a bola na área, Iago Maidana fez o corte. Já nos acréscimos, após a cobrança de córner, Michel Araújo mandou para as redes. Porém, Heber Roberto Lopes anotou irregularidade no lance. Assim, mesmo tendo vantagem númerica, os tricolores não conseguiram pressionar e foram para o intervalo com o empate no Nilton Santos.

SEGUNDO TEMPO

Pressionado com um homem a menos em campo, o Sport viu o Fluminense abrir o placar da partida, aos quatro minutos do segundo tempo. Calegari recebeu na direita e cruzou para Lucca na área, que cabeceou. A bola desviou em Patric e morreu nas redes.

Atrás no placar, o Sport não teve outra alternativa que não fosse atacar o Fluminense, mesmo com a desvantagem numérica. Com o Tricolor mais preocupado em manter a posse de bola e não correr riscos, a pedido de Marcão, o Leão foi para cima. Aos 19, Patric cobrou falta na área e Dalberto cabeceou no travessão. Na sobra, Ferraz cortou finalização do atacante. Depois, aos 24, o mesmo Dalberto carregou da esquerda para o meio e soltou uma bomba que assustou Marcos Felipe.

Aproveitando os lances de bola parada, o Leão criou boas oportunidades. Numa cobrança feita por Patric, Iago Maidana subiu para cabecear, mas a bola desviou primeiro em Matheus Ferraz, e apenas resvalou no zagueiro rubro-negro. A bola acabou indo por cima do gol.

Na reta final, tentando definir as ações de jogo, Jair Ventura chamou Hernane Brocador e Ricardinho para o confronto, no entanto, apesar da intenção, o Sport não criou grandes incômodos para o time do técnico Marcão. Sem força ofensiva após a expulsão de Júnior Tavares, o Sport ainda ensaiou uma pressão nos minutos finais da partida, num contra-ataque com Mikael, mas Luccas Claro conseguiu salvar o Fluminense. 

FICHA DO JOGO

Fluminense 1
Marcos Felipe, Calegari, Luccas Claro, Matheus Ferra, Danilo Barcelos; Martinelli, Yago Felipe, Michel Araújo (Nenê - 34'/2ºT); Lucca (Hudson - 42'/2ºT), Luiz Henrique (Caio Paulista - 24'/2ºT) e Fred (Felippe Cardoso - 34'/2ºT). Técnico: Marcão.
Gols: Lucca
Cartões amarelos: Fred

Sport 0
Luan Polli; Raul Prata (Hernane - 33'/2ºT), Maidana, Adryelson (Ricardinho - 33'/2ºT), Júnior Tavares; Marcão, Ronaldo Henrique (Ewerthon - intervalo) e Betinho; Patric, Marquinhos (Sander - 41'/1ºT) e Dalberto (Mikael - 46'/2ºT). Técnico: Jair Ventura
Cartões amarelos: Sander
Cartões vermelhos: Júnior Tavares

Local: estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro
Horário: 19h
Árbitro: Heber Roberto Lopes (SC)
Assistentes: Bruno Boschilia (PR) e Johnny Barros de Oliveira (SC)
VAR: Caio Max Augusto Vieira (RN) e Márcio Eustáquio Sousa Santiago (MG)

Comentários

Últimas notícias