PATROCINADO

Graduações da Escola Unicap Icam-Tech se transformam com olhar para o futuro

Cursos de graduação e pós focam no desenvolvimento de competências e habilidades. Internacionalização do currículo é um dos alicerces.

JC360
JC360
Publicado em 17/06/2021 às 6:13
Patrocinada
FOTOS: JAILTON JR/JC360
Andrea Câmara: união de teoria e prática marca Escola Unicap Icam-Tech - FOTO: FOTOS: JAILTON JR/JC360
Leitura:

Transformações globais precisam ser acompanhadas por soluções que englobem toda a complexidade que elas possam exigir. Dentro do caminho para oferecer formações de nível superior que capacitem profissionais para isso, a Universidade Católica de Pernambuco (Unicap) tem parceria firmada com o Institut Catholique d'Arts et Métiers (Icam), uma das mais conceituadas escolas de engenharia da França. As inscrições para o vestibular da Escola Unicap Icam-Tech estão abertas em vestibular.unicap.br.

Essa parceria está baseada em metodologias inovadoras, internacionalização do currículo e articulação com o mercado produtivo, para os cursos de graduação e pós-graduação. Formações, que mesmo na pandemia, foram adaptadas para continuar de forma virtual, sem deixar de lado a qualidade do conteúdo e a metodologia que apresenta os assuntos aos estudantes tomando problemas reais como ponto de partida - a conhecida Problem Based Learning (PBL, na sigla em ingês), ou Aprendizagem Baseada em Problemas.

FOTOS: JAILTON JR/JC360
Bianca Oliveira está na reta final do curso na Escola Unicap Icam-Tech - FOTOS: JAILTON JR/JC360

Bianca Oliveira, estudante do 10º período de Arquitetura e Urbanismo, está finalizando a graduação de forma remota, mas garante que a mudança de formato não atrapalhou a rotina. Pelo contrário: auxiliou no gerenciamento do tempo. "Todo mundo sentiu um pouco no começo mas, pela minha experiência, o remoto acabou ajudando muito para que eu pudesse continuar desenvolvendo minhas atividades extraclasse, minha pesquisa na universidade, além da dedicação para o curso em si", comenta a universitária.

A aluna destaca também o incentivo dos professores durante todo o curso, o que faz muita diferença. Além disso, é válido ressaltar toda a estrutura tecnológica disponível: tanto no presencial, com salas equipadas com máquinas a laser e 3D, quanto no ensino remoto, para o qual a transição se deu de forma ágil e segura. "Sempre falo que você aprende diferentes escalas na Unicap, porque passamos por diversas etapas ao longo do curso. Os professores nos incentivam muito a buscar o melhor, além de contarmos com todo o apoio tecnológico, o que ajuda a gente a fazer projetos mais profissionais", detalha a estudante.

Leia Mais:

>> Com novos cursos, Unicap inscreve para pós-graduações e extensões

>> Unicap se consolida na formação de médicos em Pernambuco

>> Atenta à inovação, Unicap se aprimora com reestruturação administrativa

Bianca faz parte da geração que tem o foco da formação universitária não mais no estudo conteudista, como era praxe mais antigamente. Os cursos da Escola Unicap Icam-Tech buscam unir teoria e prática para lidar com cenários reais, como detalha a diretora Andrea Câmara. "Desde o início do século XXI, ouvimos muito falar sobre as competências e habilidades do profissional do futuro, como ele vai se comportar diante de um mercado tão competitivo e volátil. Uma delas é a capacidade de atuação em um cenário global e multicultural, e isso deve ser desenvolvido durante a sua formação para poder lidar com as diferenças e desafios que virão", afirma.

DIVULGAÇÃO/UNICAP
Escola Unicap Icam-Tech: convergência da parceria entre Unicap e Icam - DIVULGAÇÃO/UNICAP

Essa metodologia prepara o profissional para que ele possa, de fato, lidar com problemas que serão enfrentados no mercado. E essa visão é aplicada de forma global, pois o curso traz na sua base a internacionalização. "Esse é um dos alicerces que definem essa escola, porque trata-se de uma oportunidade na vida do estudante. Pode estar presente na estrutura do curso, como em Engenharia da Complexidade, onde um ano do currículo é cumprido em algum campi fora do Brasil. Ou pode se dar por meio de projetos de extensão ou trilhas internacionais, que estão incluídas no curso e podem ser feitas aqui ou fora do país. Esse aluno vai ter uma vivência internacional, visando essas competências de futuro", detalha a diretora.

Leia Mais:

>> Conexão Educação - Podcast mostra como ensino contínuo é ferramenta para aprimorar o mercado de trabalho

>> Unicap e FEI lançam MBA inédito no país

>> Unicap inscreve para mais de 35 cursos de pós-graduação

Complexidade

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, complexidade não tem a ver com dificuldade e sim com a maneira integral de lidar com alguma situação ou problema. Quem explica isso é Fernando Nogueira, coordenador do curso de Engenharia da Complexidade da Escola Unicap Icam-Tech, elaborado de maneira pioneira no Brasil, para formar profissionais habilitados a diferentes áreas de atuação.

"A ideia da palavra complexidade é uma visão mais sistêmica, mais global, de você verificar os sistemas e tudo que envolve relacionamentos humanos com a integração da tecnologia. Isso irá resultar na formação de um profissional com uma visão de diferentes áreas e com uma formação que passa por diversas engenharias", pontua o coordenador do curso.

Na Unicap, essa graduação começou em 2020, mas fora do Brasil esse tipo de formação já é uma realidade. "Podemos encontrar profissionais formados nos EUA, Canadá ou França que tiveram graduações mais generalistas e, se precisarem, eles se especializam no futuro. E o campo de aplicação, de atuação é muito mais diversificado. Por exemplo: esse profissional pode trabalhar em indústrias automobilística, naval, de construção, petrolífera, ou pode lidar com problemas e planejamentos complexos, ligados a gestão de grandes projetos", enumera.

Comentários

Últimas notícias