Coronavírus

Hidroxicloroquina seria eficiente no combate ao coronavírus, apontam cientistas chineses

Cientistas chineses publicaram na quarta-feira (18), na revista científica britânica Nature, que a hidroxicloroquina é eficaz na inibição in vitro da infecção

Leonardo Spinelli
Leonardo Spinelli
Publicado em 19/03/2020 às 18:11
Notícia
WIKIPEDIA
Cientistas chineses publicaram que a hidroxicloroquina é eficaz na inibição do novo coronavírus - FOTO: WIKIPEDIA
Leitura:

Cientistas chineses publicaram na quarta-feira (18), na revista científica britânica Nature, que a hidroxicloroquina é eficaz na inibição in vitro da infecção da chamada síndrome respiratória aguda grave coronavírus 2 (SARS-CoV-2/2019-nCoV), mais conhecida como Covid-19, causada pelo novo coronavírus.

Nesta quinta-feira, o presidente americano Donald Trump afirmou que seu país aprovou o uso de cloroquina, um medicamento usado no tratamento da malária, para tratar o novo coronavírus.

A hidroxicloroquina, vendida sob a marca Plaquenil, entre outros, é um medicamento usado para a prevenção e tratamento de certos tipos de malária.

Segundo os cientistas, dois medicamentos, o remdesivir e o fosfato de cloroquina (CQ), inibiram eficientemente a infecção por SARS-CoV-2 in vitro. O remdesivir é uma droga desenvolvida pela empresa de biofarmacologia americana Gilead Sciences.

"Um relato de caso recente mostrou que o tratamento com remdesivir melhorou a condição clínica do primeiro paciente infectado por SARS-CoV-2 nos Estados Unidos, e um ensaio clínico de fase III de remdesivir contra SARS-CoV-2 foi lançado em Wuhan em 4 de fevereiro , 2020", relatam os cientistas, que observam, no entanto, que o remdesivir é um remédio experimental. Por isso, escreveram, "não se espera que o remdesivir esteja amplamente disponível para o tratamento de um número muito grande de pacientes em tempo hábil".

Portanto, complementam os cientistas, "o CQ parece ser o medicamento de escolha para uso em larga escala devido à sua disponibilidade, registro de segurança comprovado e custo relativamente baixo", salientam.

O texto na Nature é assinado pelos cientistas Jia Liu, Ruiyuan Cao, Mingyue Xu, Xi Wang, Huanyu Zhang, Hengrui Hu, Yufeng Li, Zhihong Hu, Wu Zhong e Manli Wang.

19/3/2020- Donald Trump anuncia que remédio para malária poderá ser usado para coronavírus:

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias