TWITTER

Trump ameaça regular ou fechar plataformas de mídia social por "viés político"

Presidente dos EUA afirma que Twitter silenciam vozes conservadoras

JC
JC
Publicado em 27/05/2020 às 8:54
Notícia
Foto: SAUL LOEB/AFP
Nessa terça-feira (27), Twitter classificou pela primeira vez dois dos tuítes de Trump como enganosos - FOTO: Foto: SAUL LOEB/AFP
Leitura:

O presidente dos EUA, Donald Trump, disse nesta quarta-feira (27), em sua conta oficial no Twitter, que seu governo irá "regular fortemente" ou fechar as plataformas de mídia social "antes de permitir" que elas "silenciem totalmente as vozes conservadoras". Segundo Trump, é essa a percepção do Partido Republicano.

"Nós vimos o que elas tentaram fazer, e fracassaram, em 2016", disse Trump, referindo-se à atuação das redes sociais na eleição presidencial americana de quase quatro anos atrás.

Acusação de 'interferência'

Nessa terça-feira (26), Trump acusou o Twitter de "interferir" nas eleições presidenciais de novembro, depois que a rede social classificou pela primeira vez dois de seus tuítes como enganosos.

O presidente voltou a recorrer à rede social para reclamar que "o Twitter interfere agora nas presidenciais de 2020" após a inclusão do alerta.

Trump atribuiu os tuítes enganosos à Califórnia, afirmando sem fundamento que qualquer um que more no estado receberá cédulas quando, na verdade, as mesmas são enviadas a eleitores registrados, segundo o alerta.

Os tuítes violaram uma política ampliada recentemente pelo Twitter, informou a empresa com sede em San Francisco.

"Ao servir à conversação pública, nosso objetivo é facilitar a busca de informação confiável no Twitter e limitar a propagação de conteúdo potencialmente nocivo e enganoso", disseram o chefe de integridade, Yael Roth, e o diretor de políticas globais, Nick Pickles, quando houve a mudança.

O candidato democrata à Presidência, o ex-vice-presidente Joe Biden, disse em entrevista à CNN que o Twitter e outras redes sociais devem "dizer que não é correto" quando são emitidas declarações enganosas.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias