MINISTÉRIO DA TECNOLOGIA

Índia proíbe 59 aplicativos chineses, incluindo TikTok e WeChat, por 'segurança'

A proibição ocorre algumas semanas após o confronto entre grupos militares indianos e chineses na fronteira himalaia

AFP
AFP
Publicado em 29/06/2020 às 14:20
Notícia
SAJJAD HUSSAIN / AFP
A Índia citou preocupação com a segurança nacional e o respeito à privacidade para fazer a proibição. - FOTO: SAJJAD HUSSAIN / AFP
Leitura:

A Índia proibiu nesta segunda-feira 59 aplicativos chineses, incluindo TikTok e WeChat, citando preocupações sobre sua segurança nacional e sobre o respeito à privacidade.

Esses aplicativos "realizam atividades que [...] prejudicam a soberania e a integridade da Índia, a defesa da Índia, a segurança do Estado e a ordem pública", afirmou o Ministério da Tecnologia da Informação em um comunicado.

Este anúncio ocorre algumas semanas após o confronto entre grupos militares das duas potências nucleares na fronteira himalaia.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias