Covid-19

Auxiliar de enfermagem recebe a primeira vacina contra o coronavírus no Chile

A vacina chega após o aumento do contágio no país

AFP
AFP
Publicado em 24/12/2020 às 12:21
Notícia
AFP
Os Chilenos começam a enxergar uma luz no fim do túnel - FOTO: AFP
Leitura:

Uma auxiliar de enfermagem de 46 anos foi a primeira a receber no Chile a vacina contra o coronavírus dos laboratórios da Pfizer/BioNTech, cujas primeiras 10 mil doses chegaram ao país nesta quinta-feira (24).

Após a chegada antecipada ao aeroporto de Santiago do avião comercial que trazia as vacinas da Bélgica e seu transporte em caravana para um centro de distribuição, iniciou-se o esperado processo de inoculação no Hospital Metropolitano, com a primeira injeção aplicada à auxiliar de enfermagem Zulema Riquelme, de 46 anos.

>>Mundo se aproxima dos 3 milhões de vacinados contra a covid-19; saiba em que países a imunização começou

>>Um milhão de norte-americanos já se vacinaram contra a covid-19

O governo chileno havia aprovado  na última quarta-feira(16), a vacina da Pfizer/BioNTech e aguardava a chegada de uma primeira remessa com 20.000 doses para iniciar o processo de vacinação em um momento em que o número de contágios no país aumentou 22% na semana anterior da aprovação. Na primeira etapa, 9.875 pessoas serão vacinadas.

O imunizante exige a aplicação de duas doses, explicou o ministro da Saúde, Enrique Paris, em uma entrevista publicada pelo jornal La Tercera. O plano pretende vacinar no primeiro trimestre de 2021 cinco milhões de pessoas da população de maior risco: portadores de doenças crônicas, idosos e profissionais da saúde.

Últimas notícias