COVID-19

Mundo se aproxima dos 3 milhões de vacinados contra a covid-19; saiba em que países a imunização começou

Em alguns países, a campanha de vacinação foi iniciada neste mês

Danielle Santana
Danielle Santana
Publicado em 24/12/2020 às 11:42
BRIAN VAN DER BRUG/AFP
PROFISSIONAIS Agentes de saúde foram primeiros vacinados no País - FOTO: BRIAN VAN DER BRUG/AFP
Leitura:

Nove meses depois da Organização Mundial de Saúde ter declarado a covid-19 como uma doença pandêmica, o mundo deverá iniciar o ano de 2021 com a esperança de uma ampla vacinação contra a doença. De acordo com um monitoramento feito pela Universidade de Oxford, no Reino Unido, mais de 2,8 milhões de pessoas no mundo já receberam doses de imunizantes contra a covid-19. 

>> Um milhão de norte-americanos já se vacinaram contra a covid-19
>> Principais perguntas sobre as vacinas contra a covid-19

Até agora, o país que mais imunizou sua população foi os Estados Unidos, com mais de 1 milhão de doses aplicadas. O feito foi realizado apenas 10 dias depois do início da campanha de vacinação no país, que já aprovou e distribui duas vacinas, a desenvolvida pela BioNTech/Pfizer e a da Moderna. 

A China está em segundo lugar no ranking de vacinação mundial. No país, cerca de 1 milhão de pessoas já receberam doses de algumas das três vacinas distribuídas no país. O governo chinês já aprovou o uso dos imunizantes desevolvidos pela Sinopharm, CanSino e Sinovac

Já no Reino Unido, outras 500 mil pessoas foram vacinadas. No país, o imunizante aprovado e distribuído para a população é o desenvolvido pela Pfizer/BioNTech. A expectativa é de que, até o final do ano, cerca de 4 milhões de pessoas tenham sido imunizadas no país, que já encomendou 40 milhões de doses da vacina. Outros dois países que já iniciaram a vacinação também usam doses da mesma farmacêutica, Israel e o Canadá. Juntos, os dois já vacinaram quase 100 mil pessoas apenas neste ano.

Na Rússia, 200.000 pessoas já foram vacinadas com a Sputnik V desde 5 de dezembro. No país, profissionais de saúde, assistentes sociais e professores tiveram prioridade na vacinação.



Apesar de ainda não ter divulgado o número de pessoas vacinadas, outros países também já deram início a imunização da população. Na Suíça, a campanha começou na última quarta-feira (23). Já na Arábia Saudita, a vacinação foi iniciada no dia 17 de dezembro. No México, a previsão é de que a campanha para imunizar a população tenha início nesta quinta-feira (24). O mesmo deverá acontecer no Chile, esses serão os primeiro países da América Latina a vacinar. Em ambos países, o uso da vacina da BioNTech/Pfizer já foi aprovado. 

Brasil

No mês passado, o Ministério da Saúde informou que pretende assinar "cartas de intenção não-vinculantes" para a compra de vacinas de cinco desenvolvedores: Pfizer, Janssen, Bharat Biotech, Fundo Russo de Investimento Direto (responsável pela Sputinik V) e Moderna. Na última segunda-feira (21), a Anvisa certificou a fábrica da vacina da Coronavac na China. Essa é uma das etapas necessárias para o processo de registro da vacina no Brasil. No dia 16 de dezembro, o Ministério da Saúde apresentou o plano de vacinação do país e informou que ainda não existe data estimada para que aplicação das vacinas tenha início, mas informou que negocia cerca de 350 milhões de doses para 2021.

Comentários

Últimas notícias