PANDEMIA

China afirma que prepara visita de missão da OMS sobre covid-19

Declaração foi dada depois de a OMS afirmar estar decepcionada com a lentidão de Pequim em autorizar a visita de especialistas para investigar a origem do coronavírus

AFP
AFP
Publicado em 09/01/2021 às 10:01
Notícia

STR/CNS/AFP
Neste sábado (9), o vice-ministro da Comissão Nacional de Saúde chinesa, Zeng Yixin, disse à imprensa que "o prazo específico está sendo especificado e estamos preparados" - FOTO: STR/CNS/AFP
Leitura:

A China garantiu, neste sábado (9), que realiza os preparativos para a missão da Organização Mundial da Saúde (OMS) em Wuhan, que pretende investigar a origem da covid-19, após a instituição criticar a demora para esta viagem.

O diretor-geral da OMS declarou recentemente que estava "muito decepcionado" com a falta de finalização por Pequim das autorizações necessárias para que um grupo de especialistas viaje à China e investigue a origem do vírus, que foi detectado no final de 2019 em Wuhan. Neste sábado, o vice-ministro da Comissão Nacional de Saúde chinesa, Zeng Yixin, disse à imprensa que "o prazo específico está sendo especificado e estamos preparados".

"Assim que esses especialistas concluírem os procedimentos e confirmarem seu programa, iremos juntos a Wuhan para conduzir as investigações", disse ele. Poucos dias antes, as autoridades chinesas recusaram-se a confirmar os detalhes da viagem, num gesto que reflete a suscetibilidade do regime chinês sobre esta questão, uma vez que a epidemia já causou mais de 1,8 milhão de mortes no mundo.

A OMS afirmou que a China garantiu permissão para uma equipe de 10 pessoas. "Estamos aguardando a chegada dos especialistas da OMS e organizamos grupos de especialistas relevantes para recebê-los", acrescentou Zeng. Com isso, ele espera que as investigações da OMS esclareçam a origem do coronavírus, acrescentou.

 

Últimas notícias