EUA

Condenação de ex-policial por morte de George Floyd é comemorada nos Estados Unidos

O caso se tornou um símbolo da violência policial contra afro-americanos nos Estados Unidos

JC AFP
JC
AFP
Publicado em 20/04/2021 às 22:05
Notícia
SCOTT OLSON / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / GETTY IMAGES VIA AFP
Caso George Floyd: As pessoas reagem depois que o veredicto foi lido no julgamento de Derek Chauvin em 20 de abril de 2021 em Minneapolis, Minnesota - FOTO: SCOTT OLSON / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / GETTY IMAGES VIA AFP
Leitura:

As ruas de Mineápolis, Washington DC e Nova York foram ocupadas por centenas de manifestantes que comemoravam a condenação do ex-policial branco Derek Chauvin. O ex-agente público foi considerado culpado, nesta terça-feira (20), da morte do afro-americano George Floyd. A sentença ainda será anunciada. O caso se tornou um símbolo da violência policial contra as minorias nos Estados Unidos.

Um júri em Minneapolis, norte dos Estados Unidos, deliberou por menos de 11 horas antes de considerar de forma unânime Chauvin culpado das três acusações de assassinato em segundo e terceiro grau e homicídio culposo das quais era alvo pela morte de Floyd em 25 de maio de 2020.

No tribunal, Chauvin, vestindo terno e gravata e solto sob fiança, foi algemado depois que o juiz Peter Cahill leu as decisões unânimes do júri multirracial formado por sete mulheres e cinco homens. O ex-policial estava de máscara e não demonstrou qualquer emoção ao ser escoltado para fora da sala do tribunal, enquanto o irmão de George Floyd, Philonise Floyd, abraçava os promotores. Chauvin pode pegar até 40 anos de prisão pela acusação mais grave: assassinato em segundo grau. O juiz proferirá a sentença mais adiante.

Uma multidão reunida em frente à corte no centro de Minneapolis explodiu de alegria quando o veredicto foi anunciado ao final de um julgamento de três semanas. Muitos se abraçavam e choravam de emoção.

Veja as fotos

TIMOTHY A. CLARY / AFP
Pessoas se manifestam na Times Square, em Nova York, em 20 de abril de 2021, depois que Derek Chauvin foi considerado culpado de todas as acusações pelo assassinato de George Floyd - TIMOTHY A. CLARY / AFP
TIMOTHY A. CLARY / AFP
Pessoas se manifestam na Times Square, em Nova York, em 20 de abril de 2021, depois que Derek Chauvin foi considerado culpado de todas as acusações pelo assassinato de George Floyd - TIMOTHY A. CLARY / AFP
TIMOTHY A. CLARY / AFP
Pessoas se manifestam na Times Square, em Nova York, em 20 de abril de 2021, depois que Derek Chauvin foi considerado culpado de todas as acusações pelo assassinato de George Floyd - TIMOTHY A. CLARY / AFP
TIMOTHY A. CLARY / AFP
Pessoas se manifestam na Times Square, em Nova York, em 20 de abril de 2021, depois que Derek Chauvin foi considerado culpado de todas as acusações pelo assassinato de George Floyd - TIMOTHY A. CLARY / AFP
KEREM YUCEL / AFP
O irmão de George Floyd, Philonise Floyd (C), flanqueado pelo reverendo Al Sharpton (2º L) e o advogado Ben Crump (R), ergueu os braços durante uma entrevista coletiva após o veredicto no julgamento do ex-policial Derek Chauvin em Minneapolis, Minnesota - KEREM YUCEL / AFP
KEREM YUCEL / AFP
O irmão de George Floyd, Philonise Floyd (C), flanqueado pelo reverendo Al Sharpton (2º L) e o advogado Ben Crump (R), ergueu os braços durante uma entrevista coletiva após o veredicto no julgamento do ex-policial Derek Chauvin em Minneapolis, Minnesota - KEREM YUCEL / AFP
SCOTT OLSON / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / GETTY IMAGES VIA AFP
Caso George Floyd: As pessoas reagem depois que o veredicto foi lido no julgamento de Derek Chauvin em 20 de abril de 2021 em Minneapolis, Minnesota - SCOTT OLSON / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / GETTY IMAGES VIA AFP
SCOTT OLSON / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / GETTY IMAGES VIA AFP
Caso George Floyd: As pessoas reagem depois que o veredicto foi lido no julgamento de Derek Chauvin em 20 de abril de 2021 em Minneapolis, Minnesota - SCOTT OLSON / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / GETTY IMAGES VIA AFP
SCOTT OLSON / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / GETTY IMAGES VIA AFP
Caso George Floyd: As pessoas reagem depois que o veredicto foi lido no julgamento de Derek Chauvin em 20 de abril de 2021 em Minneapolis, Minnesota - SCOTT OLSON / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / GETTY IMAGES VIA AFP
SCOTT OLSON / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / GETTY IMAGES VIA AFP
Caso George Floyd: As pessoas reagem depois que o veredicto foi lido no julgamento de Derek Chauvin em 20 de abril de 2021 em Minneapolis, Minnesota - SCOTT OLSON / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / GETTY IMAGES VIA AFP
SCOTT OLSON / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / GETTY IMAGES VIA AFP
Caso George Floyd: As pessoas reagem depois que o veredicto foi lido no julgamento de Derek Chauvin em 20 de abril de 2021 em Minneapolis, Minnesota - SCOTT OLSON / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / GETTY IMAGES VIA AFP
SCOTT OLSON / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / GETTY IMAGES VIA AFP
Caso George Floyd: As pessoas reagem depois que o veredicto foi lido no julgamento de Derek Chauvin em 20 de abril de 2021 em Minneapolis, Minnesota - SCOTT OLSON / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / GETTY IMAGES VIA AFP
SCOTT OLSON / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / GETTY IMAGES VIA AFP
Caso George Floyd: As pessoas reagem depois que o veredicto foi lido no julgamento de Derek Chauvin em 20 de abril de 2021 em Minneapolis, Minnesota - SCOTT OLSON / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / GETTY IMAGES VIA AFP
SCOTT OLSON / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / GETTY IMAGES VIA AFP
Caso George Floyd: As pessoas reagem depois que o veredicto foi lido no julgamento de Derek Chauvin em 20 de abril de 2021 em Minneapolis, Minnesota - SCOTT OLSON / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / GETTY IMAGES VIA AFP
SCOTT OLSON / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / GETTY IMAGES VIA AFP
Caso George Floyd: As pessoas reagem depois que o veredicto foi lido no julgamento de Derek Chauvin em 20 de abril de 2021 em Minneapolis, Minnesota - SCOTT OLSON / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / GETTY IMAGES VIA AFP

Comentários

Últimas notícias