tragédia

Tumulto durante peregrinação deixa dezenas de mortos em Israel

Dezenas de milhares de pessoas participaram da peregrinação anual no norte de Israel na noite de quinta para sexta-feira

AFP
AFP
Publicado em 29/04/2021 às 22:13
Notícia
David COHEN / JINI PIX / AFP
Corpos cobertos depois que dezenas de pessoas foram mortas e outros feridos em Meron, Israel - FOTO: David COHEN / JINI PIX / AFP
Leitura:

Um tumulto multitudinário durante uma peregrinação judaica no norte de Israel provocou "dezenas de mortos" nesta sexta-feira (noite de quinta, 29, no Brasil), informaram socorristas.

A Magen David Adom - o equivalente israelense à Cruz Vermelha - tinha anunciado mais cedo que pelo menos 20 pessoas se encontravam em estado crítico, antes de revisar o balanço para "dezenas de mortos" e dez feridos graves.

Dezenas de milhares de pessoas participaram da peregrinação anual no norte de Israel na noite de quinta para sexta-feira, o maior evento público no país desde o início da pandemia de covid-19.

A peregrinação, que celebra o feriado judaico de Lag Baomer, ocorre em Meron, em torno do túmulo do Rabino Shimon Bar Yojai, um talmudista do século II que é creditado por escrever o Zohar, obra central do misticismo judaico.

O Lag Baomer é uma celebração alegre que comemora o fim de uma epidemia devastadora entre os alunos de uma escola talmúdica da época.

As autoridades haviam permitido a presença de 10.000 pessoas no complexo, mas, segundo os organizadores, mais de 650 ônibus foram fretados em todo o país, estimando-se pelo menos 30.000 pessoas. A imprensa local estimou um fluxo de 100.000 pessoas.

O tumulto teria ocorrido após a meia-noite, causando pânico e ligações para equipes de emergência que mobilizaram helicópteros para resgatar os feridos.

A imprensa israelense mostrou a imagem mais de dez corpos imóveis alinhados em sacos plásticos no asfalto cercados por socorristas.

 

Últimas notícias