IMIGRAÇÃO

Reino Unido facilita vistos de trabalho para ganhadores do Nobel e atores premiados

A flexibilização dos vistos foi introduzida pelo Ministério do Interior

AFP
AFP
Publicado em 04/05/2021 às 23:30
Notícia
JUSTIN TALLIS / AFP
O controle da imigração, principalmente dos países mais pobres da União Europeia, foi um dos temas centrais da campanha do referendo do Brexit em 2016 - FOTO: JUSTIN TALLIS / AFP
Leitura:

O governo britânico irá facilitar a concessão de vistos de trabalho a cientistas, artistas ou músicos premiados a partir desta quarta-feira (5) por meio de uma nova política de imigração, baseada em competências, introduzida após o Brexit.

Vencedores de prêmios como o Nobel, o prêmio Turing para cientistas da computação, o Grammy, o Oscar ou mesmo o Globo de Ouro poderão viver e trabalhar com mais facilidade no Reino Unido graças a essa reforma introduzida pelo Ministério do Interior.

A nova política também inclui indivíduos reconhecidos com determinados prêmios nas áreas de dança, moda, arquitetura e ciências sociais. Os procedimentos de visto de trabalho serão simplificados e acelerados.

Isso está integrado ao novo sistema de imigração "baseado em pontos" introduzido pelo governo Boris Johnson após o Brexit, que visa atrair ao país " os melhores (talentos) com base nas habilidades que eles podem trazer, ao invés de sua nacionalidade", sublinhou o Ministério do Interior em um comunicado.

"Os vencedores desses prêmios alcançaram o auge de suas carreiras e têm muito a oferecer ao Reino Unido", disse a ministra do Interior, Priti Patel. "Essas grandes mudanças darão a eles a liberdade de vir e trabalhar em nossas indústrias de arte, ciência, música e cinema."

O controle da imigração, principalmente dos países mais pobres da União Europeia, foi um dos temas centrais da campanha do referendo do Brexit em 2016.

Desde 1º de janeiro, os trabalhadores que chegam da UE já não gozam de plena liberdade de circulação no Reino Unido e são tratados como cidadãos extracomunitários.

O novo sistema de pontos favorece pessoas diplomadas e premiadas em detrimento dos trabalhadores pouco qualificados. Para obter o visto, são levados em consideração o treinamento, o conhecimento da língua inglesa e as receitas financeiras.

 

 

Últimas notícias