DADOS

Confira ranking dos países que mais vacinaram suas populações contra a covid-19

Our World in Data usa números oficiais e mais recentes de governos e ministérios da saúde para ranquear as nações que mais imunizam a população

Katarina Moraes
Katarina Moraes
Publicado em 06/05/2021 às 14:40
Notícia
MYKE SENA/MS
Dados são disponibilizados com a intenção de incentivar a vacinação em todo o mundo - FOTO: MYKE SENA/MS
Leitura:

Atualizada no dia 17 de junho de 2021

A plataforma internacional 'Our World in Data', traduzido livremente para 'Nosso Mundo em Dados', que tem o apoio da Universidade de Oxford, no Reino Unido, disponibiliza diariamente o andamento da vacinação contra a covid-19 em diferentes países. São usados os números oficiais e mais recentes de governos e ministérios da saúde para ranquear as nações que mais imunizam a população. 

O site explica que "as estimativas da população que usamos para calcular as métricas per capita são todas baseadas na última revisão das Perspectivas da População Mundial das Nações Unidas". Para o gráfico, são consideradas a parcela de pessoas que recebeu pelo menos uma dose da vacina; ou seja, não representa imunidade total caso a vacina escolhida necessite de duas doses.

No dia 17 de junho, o país que liderava a lista era o Reino Unido, com 106,74 doses aplicadas a cada 100 habitantes. Estados Unidos vem depois, com 93,56, junto ao Canadá, com 80,49. Depois, vem a Alemanha, com 75,97. Em quinto lugar na lista, vem a Itália, com 72,11 de doses aplicadas a cada 100 habitantes.

O Brasil é o 67º no ranking global de vacinação, com 38,97 doses aplicadas a cada 100 habitantes.

A plataforma explica que os dados são disponibilizados com a intenção de incentivar a vacinação em todo o mundo. "Será fundamental que as pessoas em todos os países - não apenas nos países ricos - recebam a proteção necessária. Para rastrear esse esforço, nós da Our World in Data estamos construindo o conjunto de dados internacionais de vacinação COVID-19 que disponibilizamos nesta página. É atualizado todas as manhãs, com os números oficiais mais recentes até o dia anterior", diz.

Apesar do esforço, nem todos os países estão presentes no gráfico. "Outros países que não aparecem em nossos dados também podem ter iniciado campanhas de vacinação. Iremos adicioná-los aos nossos mapas e gráficos assim que os números forem verificáveis com base em fontes oficiais públicas", explicou a equipe que forma o Our World in Data.

 

Comentários

Últimas notícias