OLIMPÍADAS

Olimpíadas de Tóquio chegam ao fim e saudosismo domina brasileiros nas redes sociais

Cerimônia de Encerramento acontece na manhã deste domingo (8), no Japão, após 19 dias de competição

JC
JC
Publicado em 08/08/2021 às 9:47
Notícia
Reprodução/Twitter
Equipe que representa o Brasil na Cerimônia de Encerramento das Olimpíadas de Tóquio, no Japão - FOTO: Reprodução/Twitter
Leitura:

Depois de 19 dias de competição, chegou o momento da despedida das Olimpíadas de Tóquio 2020. Neste domingo, desde às 8h (horário de Brasília), acontece a tradicional cerimônia de encerramento dos Jogos Olímpicos mais atípicos dos últimos tempos por terem sido disputados em meio a uma pandemia, com restrição de público em quase todas as competições. E o fim da competição mundial foi dominado pelo saudosismo entre os brasileiros, que conseguiram conquistar 21 medalhas: 7 de Ouro, 6 de Prata e 8 de Bronze.

Nas redes sociais, muita emoção foi dividida pela população brasileira. Principalmente pelo fato de que, enquanto a competição acontecia nesses quase 20 dias, os brasileiros puderam tirar o foco da pandemia de covid-19, que tantas vidas levou - no Brasil, mais de 550 mil mortes.

A presença da ginasta Rebeca Andrade como porta-bandeira do Brasil na cerimônia de encerramento dos Jogos Olímpicos de Tóquio foi muito festejada. Rebeca ganhou o ouro no salto e prata no individual geral. Ela embarcaria de volta para o Brasil com a equipe de ginástica na quarta (4/8), mas prorrogou a permanência no Japão por mais alguns dias para fechar a presença do Brasil com chave de ouro.

Miriam Jeske/COB
Ginasta Rebeca Andrade representa o Brasil na Cerimônia de Encerramento das Olimpíadas de Tóquio, no Japão - Miriam Jeske/COB

Alguns países estão sendo representados por voluntários, já que, devido à pandemia de covid-19, algumas delegações, especialmente as menores, deixaram o Japão assim que suas competições terminaram. O Brasil foi representado por Hebert Conceição, Ana Carolina Corte, o treinador Francisco Porath, a ginasta Rebeca Andrade, Bira (colaborador do COB) e Sebastião Pereira (sub-chefe de Missão).

DESEMPENHO

O Brasil encerra sua participação nas Olimpíadas de Tóquio com a melhor campanha da história. A seleção brasileira de vôlei feminino não foi párea para os Estados Unidos na final realizada na madrugada deste domingo (8) e acabou derrotada por 3 a 0, com parciais de 25 a 21, 25 a 20 e 25 a 14. Beatriz Ferreira também ficou com a medalha de prata ao perder a final da categoria peso leve por decisão unânime dos juízes, para a irlandesa Kellie Harrington. Com isso, o Brasil terminou na melhor posição de sua história, o 12º lugar, e bateu o recorde de pódios, com 21 medalhas conquistadas. As melhores marcas anteriores eram a 13º posição e 19 medalhas, conquistadas na Rio 2016. A campanha em Tóquio também igualou o maior número de ouros em uma edição, com sete. Foram ainda seis pratas e oito bronzes.

Comentários

Últimas notícias