COVID-19

"Não seja um Bolsonaro, seja Harry e Meghan. Vacine-se", diz prefeito de Nova York

Bill de Blasio voltou a usar Bolsonaro como exemplo a não ser seguido

AFP Douglas Hacknen
AFP
Douglas Hacknen
Publicado em 24/09/2021 às 22:58
Notícia
@NYCMayor via Twitter
O prefeito de Nova York, Bill de Blasio, esteve com príncipe Harry e Meghan Markle - FOTO: @NYCMayor via Twitter
Leitura:

O prefeito de Nova York, Bill de Blasio, colocou o presidente Jair Bolsonaro novamente como um exemplo a não ser seguido. Em sua conta no Twitter, na noite desta quinta-feira (23), para incentivar a vacinação contra a covid-19, ele fez uma comparação usando o príncipe Harry, do Reino Unido, e sua esposa, Meghan Markle.

"Não seja um Jair Bolsonaro, seja um Harry e Meghan. Vacine-se", escreveu o gestor nova iorquino. Bill de Blasio e sua família se encontraram com o duque e a duquesa de Sussex no One World Trade Center.

Não é a primeira vez que de Blasio critica Bolsonaro. Na última segunda-feira (20), o político americano reprovou o fato de Bolsonaro ser o único chefe de uma Nação, presente na Assembleia Geral da ONU, a não ter se vacinado. "Devemos mandar uma mensagem a todos os líderes do mundo, incluindo, e muito particularmente, Bolsonaro, do Brasil, de que aquele que desejar vir tem que estar vacinado, porque todos deveríamos estar seguros juntos", declarou.

O prefeito havia exigido na semana passada que todos os integrantes das delegações que fossem participar da Assembleia estivessem vacinados. A intervenção do secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, impediu que Bolsonaro ficasse de fora do evento.

No encontro que teve ainda na segunda-feira com o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, o presidente brasileiro comentou, entre risos: "Ainda não me vacinei." O gestor britânico recomendou a vacina britânica AstraZeneca.

Harry e Meghan visitam o memorial do 11 de Setembro

O príncipe Harry e sua esposa Meghan Markle iniciaram, nesta quinta-feira (23), uma viagem a Nova York com uma visita à "Freedom Tower" e ao memorial às vítimas dos ataques de 11 de setembro de 2001.

O casal subiu até os pontos de observação localizados nos andares 100 e 102 do One World Trade Center acompanhados da governadora do estado de Nova York, Kathy Hochul, e do prefeito da cidade, Bill de Blasio.

Vestidos com roupas escuras, o duque e a duquesa de Sussex também visitaram as fontes de água em forma de piscina localizadas onde ficavam as Torres Gêmeas, destruídas pela rede terrorista Al-Qaeda em 11 de setembro de 2001.

Comentários

Últimas notícias