COOPERAÇÃO

Alto Representante da União Europeia reitera compromisso por acordo do bloco com Mercosul

O crescente papel do Brasil como fornecedor de vacinas também foi destacado

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo
Publicado em 05/11/2021 às 20:53
Notícia
Foto: Jane de Araújo/Câmara dos Deputados
Comunicado oficial deve sair em breve - FOTO: Foto: Jane de Araújo/Câmara dos Deputados
Leitura:
Em visita ao Brasil, o Alto Representante da União Europeia, Josep Borrell, reiterou o compromisso do bloco de finalizar o Acordo UE-Mercosul. Em comunicado, o chefe da diplomacia europeia sublinhou o potencial do acerto para fortalecer a relação entre as duas regiões de uma forma abrangente e expandir a cooperação em áreas de interesse comum, como tornar as cadeias de valor mais ecológicas e a transformação digital.
As posições foram abordadas em reunião com o ministro das Relações Exteriores do Brasil, Carlos França.
Segundo o comunicado, na ocasião Borrell também indicou a disponibilidade para tratar em conjunto o impacto da pandemia de covid-19 e "promover conjuntamente uma recuperação verde".
De acordo com o documento, o crescente papel do Brasil como fornecedor de vacinas também foi destacado, ressaltando que a solução para a pandemia está na quantidade máxima de produção local na América Latina.
O Alto Representante se reuniu ainda com o presidente da República, Jair Bolsonaro, o líder do Senado Rodrigo Pacheco e com o ministro do Meio Ambiente, Joaquim Leite.
Segundo o comunicado, os encontros foram uma "oportunidade de reafirmar a relevância das relações UE-Brasil e UE-América Latina, e de enfatizar a necessidade de uma cooperação mais estreita para enfrentar os desafios globais, particularmente em mudanças climáticas, meio ambiente e recuperação pós-covid-19".
Na quinta-feira, Borrell deu boas-vindas aos compromissos ambientais recentes do Brasil, como atingir a neutralidade na emissão de carbono até 2050, zerar o desmatamento ilegal até 2028 e conseguir uma "significativa" redução de 50% nas emissões de gases que causam efeito estufa até 2030.
 

Últimas notícias