PANDEMIA

EUA pede aos seus cidadãos que não viajem para França ou Portugal

Os países enfrentam um novo surto de coronavírus na Europa

AFP
AFP
Publicado em 07/12/2021 às 9:42
Foto: Jason Redmond / AFP
"Evitem viajar para a França" é a recomendação do Departamento de Estado aos americanos em um novo boletim. - FOTO: Foto: Jason Redmond / AFP
Leitura:

As autoridades dos Estados Unidos pediram a seus cidadãos que evitassem viajar para uma dúzia de países, incluindo França e Portugal, apesar de suas altas taxas de vacinação, em meio a um novo surto de coronavírus na Europa.

"Evitem viajar para a França" é a recomendação do Departamento de Estado aos americanos em um novo boletim que eleva o nível de alerta para aquele país para 4, o maior em um momento em que as festividades de final de ano se aproximam ameaçadas pela nova variante ômicron.

"Na verdade, na situação atual (em relação à covid-19) na França, mesmo os viajantes totalmente vacinados correm o risco de se infectar e espalhar as variantes", disseram os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), principal entidade de saúde dos Estados Unidos.

A lista de países neste alerta inclui, além de França e Portugal, Andorra e Liechtenstein na Europa, bem como Jordânia e Tanzânia, Mali e Ilhas Fiji, que notificaram o primeiro caso de ômicron nesta segunda-feira.

Na França, novas restrições foram anunciadas nesta segunda: reforço do protocolo sanitário nas escolas, fechamento de boates por quatro semanas e maior acesso a vacinas e reforços para maiores de 65 anos.

Portugal, com a maior taxa de vacinação da Europa (87% da população), tinha desde a semana passada restabelecido as suas medidas de controle da epidemia (uso de máscaras, passe sanitário) ao lançar uma nova campanha de vacinação.

A pandemia global de coronavírus matou pelo menos 5.253.726 em todo o mundo, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), desde seu aparecimento na China em dezembro de 2019. 

Últimas notícias