CATOLICISMO

Vaticano recebe investigação de 251 casos de suposta pedofilia na Igreja espanhola

Essas denúncias e depoimentos se referem a fatos ocorridos entre 1943 e 2018

AFP
AFP
Publicado em 19/12/2021 às 18:20
Foto: AFP/Arquivos / Claudio REYES
Em um comunicado divulgado neste domingo, a Conferência Episcopal Espanhola disse que "reitera seu interesse e disposição de realizar uma investigação - FOTO: Foto: AFP/Arquivos / Claudio REYES
Leitura:

Uma investigação do jornal espanhol El País sobre 251 casos de suposta pedofilia na Igreja Católica da Espanha ao longo de 75 anos foi entregue ao Vaticano, que iniciou investigações internas, segundo um artigo do jornal neste domingo (19).

“A Igreja abriu uma grande investigação, sem precedentes na Espanha, de 251 membros do clero e alguns seculares de instituições religiosas acusados de abusos a menores, que EL PAÍS compilou e investigou nos últimos três anos”, escreveu o jornal.

Os casos “compõem um relatório de 385 páginas que este jornal entregou ao papa Francisco em 2 de dezembro, aproveitando o contato direto do pontífice com jornalistas em sua viagem à Grécia”, acrescentou.

Essas denúncias e depoimentos se referem a fatos ocorridos entre 1943 e 2018, detalhados no relatório, afirmou o jornal, que divulgou em seu site as primeiras informações sobre os casos sob anonimato.

As investigações da Igreja sobre os abusos sexuais estão sendo conduzidas pela Congregação para a Doutrina da Fé do Vaticano, que não conseguiu confirmar à AFP neste domingo sua abertura.

Em um comunicado divulgado neste domingo, a Conferência Episcopal Espanhola disse que "reitera seu interesse e disposição de realizar uma investigação de todos os casos de abuso" e "encoraja todas as vítimas a apresentarem denúncias".

Desde 2001, o Vaticano já recebeu 220 denúncias de violência sexual na Igreja Católica espanhola, indicou à AFP um porta-voz da Conferência Episcopal Espanhola.

Comentários

Últimas notícias