APOIO

Nicolás Maduro dá 'apoio total' da Venezuela à Rússia em meio a tensões sobre Ucrânia

Presidente venezuelano afirmou que Vladimir Putin pode contar com o povo bolivariano e revolucionário da Venezuela

AFP
Cadastrado por
AFP
Publicado em 16/02/2022 às 22:55
Foto: AFP
A Rússia tem sido um dos principais aliados de Maduro diante da pressão internacional liderada pelos Estados Unidos para tentar tirá-lo do poder - FOTO: Foto: AFP
Leitura:

O presidente venezuelano, Nicolás Maduro, expressou seu apoio à Rússia nesta quarta-feira (16), em meio a tensões entre Moscou e potências ocidentais sobre a Ucrânia.

"A Rússia tem o total apoio da República Bolivariana da Venezuela na luta que está tendo para dissipar as ameaças da Otan e do mundo ocidental", disse Maduro após receber o vice-primeiro-ministro russo, Yuri Borisov, no palácio presidencial de Miraflores, em Caracas.

"O presidente (Vladimir) Putin sabe que pode contar com o povo bolivariano e revolucionário da Venezuela e conosco como governo", acrescentou.

Borisov, anteriormente, considerou a Venezuela "um parceiro estratégico da Rússia na América Latina e no mundo em geral".

"Valorizamos muito o caráter dos aliados, nossa coordenação na comunidade internacional e o diálogo de confiança no nível político na situação de crescente instabilidade e a cooperação entre nossos países é mais importante do que nunca", afirmou.

Os países ocidentais alertaram para o risco de uma invasão russa da Ucrânia, após o envio de milhares de soldados russos à fronteira e várias manobras militares.

O Kremlin afirmou ter retirado parcialmente suas tropas da região, em plena negociação por uma resolução pacífica da crise.

A Rússia tem sido um dos principais aliados de Maduro diante da pressão internacional liderada pelos Estados Unidos para tentar tirá-lo do poder com uma bateria de sanções.

Semanas atrás, já com a tensão instalada na fronteira com a Ucrânia, o ministro da Defesa russo, Sergei Shoigu, acenou para um eventual envio de forças militares na Venezuela e em Cuba, algo que nunca foi oficializado.

RELAÇÃO ANTIGA

As estreitas relações entre Moscou e Caracas remontam à época do falecido presidente Hugo Chávez (1999-2013), que comprou armas e equipamentos militares da Rússia por centenas de milhões de dólares em meio à alta do petróleo que terminou em 2014.

"A Rússia faz parte do novo, é um país, um polo de desenvolvimento emergente, uma grande potência de paz e colocou seu desenvolvimento científico, tecnológico, industrial e energético a serviço da humanidade", disse o ministro venezuelano do Petróleo, Tareck El Aissami.

"A Rússia é um sinal de fraternidade com o mundo e é por isso que da Venezuela ratificamos todo nosso apoio e vamos continuar aprofundando nosso relacionamento", acrescentou.

Comentários

Últimas notícias