Panelaço

Novo panelaço contra Bolsonaro na Região Metropolitana do Recife

Manifestações aconteceram em diversos bairros por volta das 20h

JC
JC
Publicado em 21/03/2020 às 20:42
Notícia
SERGIO LIMA/AFP
O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) - FOTO: SERGIO LIMA/AFP
Leitura:

No dia em que completa 65 anos, o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), voltou a ser alvo de panelaços contra a sua gestão e, principalmente, os atropelos pessoais no controle da crise econômica-social provocada pela pandemia do coronavírus no Brasil, que já registrou 1.128 pessoas infectadas e 18 mortes. Diversos bairros da capital pernambucana, nas mais variadas regiões, registraram os protestos por volta das 20h: Graças, Espinheiro, Casa Forte (Zona Norte), Areias, Torre e Cordeiro (Zona Oeste) foram alguns exemplos.

Em Boa Viagem, na Zona Sul da capital, a manifestação foi mais discreta. No Janga, em Paulista, município da Região Metropolitana do Recife, também foram vistos moradores batendo as panelas nas janelas. Algumas pessoas gritaram “fora Bolsonaro”. No Rosarinho, Zona Norte do Recife, um morador chegou a projetar a imagem do presidente num prédio e gerou gritos de repúdio de diversas pessoas residentes no entorno. Mais uma vez, o panelaço foi convocado pelas redes sociais.

OUTROS PANELAÇOS

Na quarta-feira (18/3), o presidente já tinha sido alvo de outros panelaços pelo País. Só que, naquele dia, houve manifestações contra e a favor de Bolsonaro. Os contrários ao chefe do Estado manifestaram-se pelo segundo dia consecutivo, em dois momentos da noite, entre 19h30 e 20h30. Já os bolsonaristas bateram as panelas um pouco mais tarde, por volta das 21h.

Os panelaços viraram uma marca de apoiadores do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT). Agora foram retomados contra Bolsonaro, impulsionados por opositores nas redes sociais.

Em entrevista coletiva nesta quarta-feira (18), Bolsonaro afirmou que encara qualquer movimento por parte da população como uma expressão da democracia. "Qualquer manifestação popular nas ruas ou dentro de casa, como o panelaço, nós, políticos, devemos entender como a pura manifestação da democracia", disse.

Em seguida, o presidente citou que seus apoiadores organizaram um panelaço a favor do governo para 30 minutos depois da oposição, mas que veículos da imprensa não falaram sobre o ato. "A TV Globo divulgou esse movimento do panelaço, bem como a Veja Online. Mas não vi esses órgãos da imprensa falando que corre nas mídias sociais um panelaço às 21h favorável ao governo Jair Bolsonaro", disse. No Twitter, ele ainda reforçou a mensagem.

Comentários

Últimas notícias