Alerta

Novo golpe do WhatsApp usa gravação do Ministério da Saúde; Saiba como se proteger

As mensagens automáticas do Ministério da Saúde são gravadas e utilizadas para conseguir o código de acesso do WhatsApp

JC
JC
Publicado em 05/05/2020 às 16:46
Notícia
Arquivo/Agência Brasil
Nesses casos, o mais indicado é não informar nenhum código recebido por mensagem - FOTO: Arquivo/Agência Brasil
Leitura:

Durante a pandemia do novo coronavírus, o Ministério da Saúde realiza ligações automáticas para fazer perguntas à população sobre possíveis sintomas da doença. Essas mensagens estão sendo utilizadas para aplicar um novo golpe do WhatsApp. Nesta terça-feira (5), a Delegacia de Polícia de Repressão aos Crimes Cibernéticos de Pernambuco alertou a população sobre a fraude. 

>> Emprego de tropa para lockdown em Pernambuco só com aval da Defesa, diz Comando Militar

>> Entenda o que é um lockdown durante a pandemia do coronavírus

>> Pernambuco tem 462 novos casos e mais 58 óbitos por coronavírus; no total são 9.325 infectados e 749 mortes

"Os golpistas gravam a ligação automática do Ministério da Saúde, ligam para as pessoas e reproduzem a mensagem. No final eles informam que vão enviar um código para o telefone para que as respostas sejam validadas. Esse código, na verdade, é do WhatsApp e fornecê-lo dá acesso ao aplicativo", explica o delegado Eronides Meneses em um vídeo compartilhado em sua conta no Instagram.

Os números nos quais o Ministério da Saúde faz as ligações automáticas são 136 e 0136. "As ligações feitas pelo Ministério da Saúde são feitas apenas por esses números e não é solicitado nenhum código recebido pelo celular. Qualquer número diferente com uma mensagem do Órgão é golpe", enfatiza Meneses. 

Cuidados

Não fornecer nenhum código é uma das principais dicas para não cair neste e em nenhum golpe do WhatsApp. Outra dica para aumentar a segurança do aplicativo é ativar a 'Confirmação em duas etapas'. Assim será preciso preciso além do código, uma senha para ter acesso ao app. 

 

 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias